conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Improvisado, Chico tem sequência após três meses e ganha moral no Sport

Louzer elogiou o prata da casa e avaliou o momento na lateral-esquerda

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

As últimas semanas foram de uma reviravolta para o zagueiro Chico no Sport. Há mais de três meses sem jogar, inclusive chegando perto de ser negociado, o defensor passou a ser utilizado improvisado na lateral-esquerda diante da necessidade do clube, que perdeu jogadores. E tem agradado na nova função, passados quatro jogos que realizou até aqui, de acordo com o técnico Umberto Louzer, que deu moral ao prata da casa.

No recorte de partidas, inclusive, o Sport passou zerado, tornando-se a melhor defesa do Brasileirão. Chico, inclusive, mais confiante, apesar de ter um desempenho mais defensivo por características naturais, passou também a aparecer com perigo na área adversária, como diante do Red Bull Bragantino, onde acertou a trave. 

Sobre os números do defensor, aliás, ele totaliza oito rebatidas por partida – entre desarmes, interceptações e cortes -, sem erros que cederam chances aos adversários, segundo o Sofascore.

Questionado sobre o rendimento do jovem jogador, Louzer aproveitou para exaltar o dia-a-dia de Chico, que sempre se dedicou ao máximo, mesmo quando não era relacionado, conforme avaliou. 

“Cada rodada que passa Chico vem crescendo e evoluindo, tem nos ajudado bastante. É um atleta que tem a origem de zagueiro, mas desde o jogo contra o América-MG jogou e jogou muito bem, não só no setor defensivo. Ele tem começado a se soltar. É um atleta que está conquistando confiança e é muito fruto daquilo que ele tem trabalhado”, avaliou o treinador.

“Sempre trabalhou desde quando cheguei, teve poucas oportunidades, mas quando teve a sua oportunidade mostrou o seu valor e tem crescido junto com a equipe. Tem evoluído bastante, é um atleta muito centrado, que se dedica muito, que tem um amor por ser cria da casa também e é mais um que vem ganhando seu espaço”, acrescentou. 

Chico voltou a aparecer diante do time mineiro por conta da saída de Júnior Tavares e lesão de Sander, peças até então utilizadas no setor. Antes disso, havia jogado pela última vez no dia 14 de abril, por seis minutos diante do Vitória-PE, pelo Estadual.

Além disso, esteve próximo de ir para o Guarani, por conta do pouco espaço em uma zaga que contava com Adryelson, Maidana, Sabino e Rafael Thyere – os dois primeiros saíram e os dois últimos foram a dupla titular atualmente e vivem boa fase. No total, nesta temporada, Chico possui dez jogos.

A manutenção do jogador na lateral-esquerda, aliás, não está garantida para enfrentar o Flamengo, neste domingo. Isso porque o clube vive a expectativa do retorno de Sander, conforme revelou Louzer em entrevista coletiva. Caso o experiente atleta não retorne, por sua vez, sabe-se que Chico ganhou respaldo e o setor seguirá seguro.

Números de Chico na Série A

Jogos: 4

Minutos por jogo: 90

Interceptações por jogo: 1.2

Desarmes por jogo: 3.2

Cortes por jogo: 4.2

Erros que cederam chances: 0

Dribles sofridos por jogo: 1

– Fonte: Sofascore

Continue lendo
1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending