conecte-se conosco
Bruno Mota marcou duas vezes para o CSA Bruno Mota marcou duas vezes para o CSA

ALCSASérie BÚltimas

No Rei Pelé, CSA faz três no Coritiba e sobe na Série B

Azulão foi para a 11ª colocação, cinco pontos abaixo do G4

Foto: Divulgação/ CSA

Publicados

em

O CSA executou muito bem a proposta reativa e conseguiu se impor para vencer o líder Coritiba por 3 a 0, na tarde deste sábado, no estádio Rei Pelé. Os gols do Azulão foram marcados por Renato Cajá e Iury Castilho, no primeiro tempo, e Marquinhos, no segundo, em uma atuação de destaque de Gabriel, autor de todas as jogadas da equipe na etapa inicial.

E agora?

Com o resultado, o time alagoano subiu três posições e foi ao 11º lugar, com 25 pontos, cinco abaixo do G4. Na sequência, o Azulão visita o Brasil de Pelotas, próxima quinta-feira.

O jogo

O primeiro tempo foi praticamente todo do CSA, que optou por uma postura reativa, esperando o Coritiba para sair em velocidade. E teve êxito, já que criou boas chances e pouco sofreu atrás. Logo no começo, após cobrança de lateral na área, Dellatorre deu bonita bicicleta, exigindo boa defesa de Wilson.

Marcando forte a partir do próprio campo, o time alagoano teve espaço para avançar e ainda contou com descuidos da defesa paranaense. E assim, abriu o placar. Em descida de Gabriel pela esquerda, o meia cruzou bem para a pequena área e achou Renato Caja, livre, que só teve o trabalho de escorar e abrir o placar.

Apesar da vantagem, o Azulão seguiu com ímpeto. E quase ampliou em novo contra-ataque, onde Gabriel deixou Dellatorre sozinho na pequena área, mas o atacante demorou demais a chutar e perdeu a chance. Forte, o CSA voltou a levar perigo em desarme e, de novo, Dellatorre entrou cara a cara com Wilson, com tudo para ampliar, mas chutou em cima do goleiro.

De tanto martelar, o Azulão, enfim, marcou o segundo. Em novo contra-ataque, Gabriel entrou pelo lado direito da grande área e acabou derrubado por Romário. Pênalti bem marcado. Na bola, Iury Castilho beteu bem e fez 2 a 0 no primeiro tempo de grande imposição alagoana, apesar de apenas 33% de posse de bola, mas oito finalizações (cinco na área). Thiago Rodrigues, por sua vez, foi mero espectador.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o Azulão sofreu pressão no início, muito em função da postura ofensiva do Coritiba, que voltou com tudo em busca de diminuir o placar. Porém, o CSA se defendeu bem e conseguiu afastar as investidas paranaenses, que tentou por jogadas laterais e cruzamentos.

Ao mesmo tempo, na hora de ser ofensivo, o CSA seguiu cirúrgico. No segundo ataque da equipe no segundo tempo, Renato Cajá aproveitou sobra de bola na intermediária e achou ótima enfiada para Marquinhos, por trás da defesa, que, de frente para Wilson, finalizou bem de esquerda para fazer 3 a 0, aos 15 minutos.

Com a boa vantagem, o Azulão fez mudanças e procurou administrar mais o jogo. E conseguiu, já que se defendeu bem e manteve o resultado até os minutos finais. Vitória importante sobre o líder da competição e que pode injetar confiança para o CSA embalar na Segundona.

Ficha

CSA

Thiago Rodrigues; Everton Silva, Matheus Felipe, Fabricio, Ernanes; Yuri, Silas (Bruno Mota), Renato Cajá (Yago César), Gabriel (Marquinhos); Dellatorre (Gilmar Santos) e Iury Castilho. Técnico: Ney Franco

Coritiba

Wilson; Natanael, Nathan Ribeiro (Wellington Carvalho), Luciano Castán, Romário (Valdeir); Willian Farias, Gustavo Bochecha (Robinho), Robinho (Biel); Waguininho, Léo Gamalho e Guilherme Azevedo (Igor). Técnico: Gustavo Morínigo

Local: Rei Pelé, Maceió
Gols: Renato Cajá, Iury Castilho, Marquinhos (CSA)
Cartões amarelos: Iury Castilho, Dellatorre, Thiago Rodrigues, Aylon (CSA); Nathan Ribeiro, Valdemir, Natanael (COR)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending