conecte-se conosco
Titi, zagueiro do Fortaleza Titi, zagueiro do Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza perde pênalti e empata com Santos no Castelão

Leão do Pici segue em terceiro lugar, oito pontos acima do sétimo

Foto: Leonardo Moreira/ FEC

Publicados

em

O Fortaleza desperdiçou um pênalti nos acréscimos do segundo tempo com Lucas Crispim e ficou no empate em 1 a 1, diante do Santos, na noite deste domingo, no Castelão, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão do Pici abriu o placar justamente com Crispim, mas levou o empate um minuto depois com Carlos Sánchez, ambos na etapa inicial.

E agora?

Com o resultado, o Fortaleza segue em terceiro, com 31 pontos, seis abaixo do líder Atlético-MG e oito acima do sétimo Atlético-GO. Na sequência, o Tricolor visita o Juventude, próximo sábado.

O jogo

O Fortaleza encontrou dificuldades no primeiro tempo muito por conta da marcação alta que o Santos tentou fazer, o que prejudicou a tradicional saída de bola bem trabalhada do Leão do Pici. Ainda assim, o Tricolor conseguiu aparecer no campo de ataque e levar perigo, mesmo que tenha finalizado menos do que o habitual.

Desta forma, aos 23 minutos, o Fortaleza abriu o placar após um lateral cobrado na área, onde a bola sobrou para Lucas Crispim na grande área, que encheu o pé para abrir o placar. A vantagem, contudo, durou pouco. E de forma fortuita. No lance seguinte, Marcelo Boeck afastou mal cruzamento e deixou a bola viva para Carlos Sanchez com a barra aberta, que só empurrou para o fundo das redes.

Em busca de ficar novamente na frente, o Fortaleza não teve a criação de outros momentos, mas levou perigo em dois lances, onde contou com a ajuda do goleiro santista João Paulo, que saiu mal e deixou a barra aberta para Matheus Vargas, que da intermediária lateral chutou por cima, e, depois, saiu mal de novo em cruzamento, mas Benevenuto cabeceou na trave.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o jogo apresentou-se no mesmo cenário: muito movimentado, mas equilibrado, sem grandes chances. Procurando o gol, o Leão do Pici arriscou dois chutes da entrada da área com Lucas Crispim, mas errou o alvo.

Por outro lado, concedeu espaços atrás e quase sofreu gol em boa tabela entre Lucas Braga e Marcos Guilherme, que entrou na área em boas condições mas mandou para fora.

Var em ação – gols anulados e pênalti para o Fortaleza, mas chance desperdiçada

Com dificuldades para criar, Vojvoda fez mudanças ofensivas e acionou Romarinho, Àngelo Henriquez e David. E o Leão do Pici até marcou com David depois de lançamento, mas o gol foi anulado pelo VAR porque o atacante resvalou na bola com o braço após dividida com o zagueiro.

Pressionando, em seguida acertou a trave com Jussa de fora da área e, pouco depois, até voltou a marcar com Pikachu, mas foi assinalado impedimento pelo por toque em Àngelo Henriquez no meio do caminho.

No fim, de tanto martelar, o Leão do Pici conseguiu grande chance, com um pênalti a favor. Após escanteio na área, a bola bateu no braço da defesa santista e, após nova ida ao VAR, o juiz marcou a penalidade máxima. Na bola, porém, Crispim parou em João Paulo, que foi buscar no canto, aos 47 minutos, para sacramentar o empate em 1 a 1.

Ficha

Fortaleza

Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto, Titi; Yago Pikachu (Edinho), Ederson, Matheus Jussa, Matheus Vargas (Romarinho), Lucas Crispim; Wellington Paulista (David) e Robson (Ángelo Henriquez). Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Santos

João Paulo; Madson (Moraes), Luiz Felipe, Kaiky, Felipe Jonatan; Guilherme Coutinho, Jean Mota (Ivonei), Gabriel Pirani (Raniel), Carlos Sánchez (Pará); Marcos Guilherme e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz

Local: Castelão, Ceará
Gols: Lucas Crispim (FOR); Carlos Sánchez (SAN)}
Cartões amarelos: Robson, Yago Pikachu (FOR); João Paulo (SAN)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending