conecte-se conosco
CSA ficou no 2 a 2 com o Vasco no estádio Rei Pelé CSA ficou no 2 a 2 com o Vasco no estádio Rei Pelé

ALCSASérie BÚltimas

Após bater líder, Gabriel projeta crescimento do CSA na Série B

Publicados

em

O CSA conseguiu um grande resultado ao vencer o líder Coritiba no Rei Pelé, no último sábado (14), por 3 a 0. O resultado fez com que o Azulão chegasse ao seu terceiro jogo de invencibilidade, o que aumenta a confiança do grupo para emendar uma maior sequência de resultados e, consequentemente, subir na tabela da Série B. Com a missão de entrar na briga por um lugar no G4, o CSA tem ainda um longo caminho a percorrer, mas o grupo acredita que se “continuar nessa batida”, o time vai longe.

“Acho que foi uma vitória que convenceu, um resultado onde a gente jogou bem, fez gols, criou bastante, mas é continuar nessa batida. São jogos difíceis, cada jogo é diferente, você pega, às vezes, equipes mais recuadas e tem menos chances, o futebol tem dessas: nem sempre a gente vai criar tanto como criou, mas é procurar fazer quando chegar lá pra ter bons resultados”, avaliou o meia Gabriel.

O meio-campista, inclusive, é um dos coringas da equipe alagoana. Tanto já jogou como meia, na ponta, ou mesmo de segundo volante, como vem atuando na maioria das partidas. Ainda assim, possui bons números ofensivos, com quatro tentos marcados na temporada, sete assistências – líder do CSA nesse quesito – em 35 partidas disputadas neste ano. Ele fica atrás apenas de Lucão, com 36, e empatado com Delattorre, que também tem 35. Uma boa fase que anima Gabriel.

“É um momento bom. Se você pegar esses números aí, a maioria dos jogos é atuando como segundo volante que, geralmente, não é cobrado por assistências e nem por gol, são bons números, eu espero poder mantê-los, melhorar, mas sempre ajudando. Se for possível, dando assistências e fazendo gol, mas ajudando no combate, na marcação, na criação de jogadas, esse é o meu intuito aqui no CSA”, encerrou.

O CSA ocupa atualmente a 11ª posição da Série B, com 25 pontos. Antes na briga contra o descenso no começo da competição, o Azulão abriu nove pontos de diferença para o Londrina, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, e começa a olhar a parte de cima da tabela. São apenas cinco pontos de diferença para o Sampaio Corrêa, primeira equipe dentro do G4.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending