conecte-se conosco
CSA x Guarani CSA x Guarani

ALCSASérie BÚltimas

CSA vai mal, perde do Guarani e chega ao quarto jogo sem vitória na Série B

Publicados

em

Mais um jogo ruim do CSA, onde faltou mais agressividade e qualidade na armação para sair com um resultado positivo. O Azulão perdeu para o Guarani por 1 a 0, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP, com gol marcado pelo meia Régis, no primeiro minuto da segunda etapa. Ainda há muito para o técnico Mozart ajustar no time para se postar na briga pelo G4. Um sonho cada vez mais distante para a equipe do Mutange, que acumula o quarto jogo seguido sem vencer na Série B.

Com o resultado, o CSA segue com 29 pontos, na 11ª colocação da Segundona. O Guarani vai a 37, no sexto lugar. Com uma pausa maior agora para trabalhar a equipe, o Azulão volta a campo somente no dia 18 (sábado) contra o Londrina, às 16h30, no estádio do Café, em Londrina-PR. O Bugre joga antes, no dia 17 (sexta), fazendo o clássico contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, às 21h30, em Campinas-SP.

Confira a classificação da Série B

Marcação forte e pouca emoção

O primeiro tempo foi bastante equilibrado. As duas equipes alternavam uma marcação forte na saída de bola do adversário, outrora baixavam um pouco mais seus blocos para uma linha média, congestionando a intermediária. Assim, houve um ‘perde e ganha’ grande, onde Guarani e CSA mal conseguiam criar jogadas de perigo. Para se ter uma ideia, o Bugre não conseguiu fazer Thiago Rodrigues trabalhar, e apostava em jogadas trabalhadas para entrar na área. Todas sem sucesso. O Azulão, ao menos, fez Rafael Martins sujar o uniforme em finalização de fora da área.

A primeira chegada, com um mínimo de perigo, veio aos 21, pelo CSA. Silas carregou pela intermediária, achou espaço e bateu rasteiro. Rafael Martins caiu no lado direito e espalmou para escanteio. O Azulão ainda tentou outras duas vezes, aos 28 e aos 44, em finalizações de fora da área com Bruno Mota e Iury Castilho, mas ambos mandaram para fora.

CSA volta desligado e toma o gol

Com duas mudanças, o Guarani tentou mudar o panorama do jogo, e conseguiu logo aos 50 segundos. Régis, que acabara de entrar, participou de jogada do lado direito e depois apareceu na entrada da área para finalizar no canto direito de Thiago Rodrigues, que ainda tocou na bola, mas ela bateu na trave e entrou.

Com o tento sofrido, o CSA pressionou mais em busca do empate. Mozart tirou o volante Silas e acionou o centroavante Nilson, mandando o time para frente e acuando os donos da casa. Com dificuldade para criar e furar a defesa bugrina, o Azulão veio criar sua melhor chance aos 20, com Bruno Mota, de cabeça, mas acertou a rede pelo lado de fora.

Pressionando e tendo maior volume de jogo, o CSA não conseguia ser perigoso o suficiente. Deu espaço na defesa, onde o Guarani tentava se aproveitar. Aos 36, Maxwell recebeu na área, mas Lucão travou na hora do chute. Aos 37, Júlio César pegou novo contra-ataque, com espaço, e bateu muito mal. No restante, o Bugre soube controlar o jogo e garantir o resultado.

Ficha do jogo

Guarani (1)

Rafael Martins; Matheus Ludke, Thales (Carlão), Ronaldo Alves e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Índio) e Andrigo (Régis); Bruno Sávio, Júlio César (Titi) e Lucão (Maxwell). Técnico: Daniel Paulista.

CSA (0)

Thiago Rodrigues; Yuri (Éverton Silva), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Silas (Silas) e Gabriel; Marco Túlio (Aylon), Iury Castilho (Reinaldo) e Bruno Mota. Técnico: Mozart.

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP.

Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES).

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti (ambos ES).

Gol: Régis, ao 1′ do 2ºT (GUA).

Cartões amarelos: Matheus Ludke e Rafael Martins (GUA).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending