conecte-se conosco
Sede da CBF Sede da CBF

ALBABahiaCearáFortalezaPESérie ASportÚltimas

Em reunião, clubes e CBF decidem manter Série A sem público e defendem retorno conjunto

Lucas Figueiredo/CBF

Publicados

em

Uma reunião na sede da CBF definiu, nesta quarta-feira, que o Campeonato Brasileiro seguirá sendo disputado sem a presença de público. A decisão foi tomada pela Confederação, junto a 19 clubes participantes do torneio, com o Flamengo sendo o único que não integrou o grupo.

A ideia da entidade era de que o segundo turno contasse com um percentual de torcedores, seguindo um protocolo sanitário que envolveria ciclo vacinal completo e testagem negativa para a covid-19. Isso, porém, não foi aprovado, com nova reunião para discutir o tema sendo marcada para o dia 28 deste mês, segundo o portal ge.

Em acordo anterior, foi decidido que o retorno do público às arquibancadas do Brasileirão só aconteceria quando a presença de torcedores fosse possível para todos os clubes, sem nenhum tipo de liberação parcial. Nesse cenário, os clubes também decidiram por entrar com uma ação conjunta no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar reverte a liminar que concede, ao Flamengo, liberação para a presença de público em suas partidas.

A Prefeitura o Rio de Janeiro já liberou público no Maracanã a partir do dia 15 deste mês. Com isso, também foi decidido que, caso algum clube consiga se utilizar de liminar para colocar público no estádio, toda a rodada do Brasileirão seria suspensa. O Atlético-MG é outro time que tem liberação para a presença de público através de liminar, mas o posicionamento do clube é de não utilizar, em respeito à decisão coletiva.

No Nordeste, o único estado que já tem data para a liberação oficial da presença de público nos estádios é o Rio Grande do Norte, que já permitirá o retorno dos torcedores a partir do dia 17. A presença do público nas partidas, porém, ainda vai depender da organização do torneios. Ainda assim, o RN não tem nenhum participante na elite, com Pernambuco, Bahia e Ceará sendo os estados com representantes nordestinos na Série A.

Em Pernambuco, o Governo do Estado descarta a possibilidade de ter a presença de torcida nas arquibancadas antes de novembro. O modelo adotado em São Paulo, que prevê esse retorno em novembro, é observado pelo poder executivo pernambucano. Na Bahia, ainda não há uma previsão para o retorno. No dia 24 de agosto, o governador Rui Costa (PT) pediu paciência e disse que vem analisando o cenário no estado antes de oficializar a volta.

No Ceará, os clubes vêm acompanhando os protocolos aplicados nos jogos da Libertadores que contaram com a presença de público, com Flamengo e Atlético-MG como mandantes. Além disso, a Federação Cearense de Futebol também já tem um protocolo em mãos e estuda a possibilidade de receber um evento teste no Castelão, em jogo do Fortaleza, seja no segundo turno da Série A, ou no jogo da volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending