conecte-se conosco

PESanta CruzSérie CÚltimas

Já rebaixado à Série D, Santa Cruz perde de virada para o Tombense fora de casa

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Com o rebaixamento decretado há duas rodadas de antecedência, o Santa Cruz já entraria em campo diante do Tombense, neste domingo, fora de casa, derrotado sem mesmo jogar. Dentro de campo, porém, o revés foi duplo. Depois de abrir o placar com Pipico, de pênalti, o Tricolor sofreu o gol de empate minutos depois e, sem demonstrar reação alguma, levou a virada na etapa complementar.

Com o resultado, o Santa Cruz tem a lanterna decretada no grupo A da Série C, com apenas 11 pontos conquistados. Na rodada final da primeira fase do Brasileiro, os pernambucanos se despedem diante do Botafogo-PB, no Arruda, no sábado (25).

Santa Cruz investe em jogadas de contra-ataque, abre o placar com Pipico, mas sofre o gol de empate

Já rebaixado antecipadamente para a Série D, o Santa Cruz ao menos quis fazer valer o pedido de ‘honrar a camisa’ contra o Tombense. Apostando no contra-ataque em velocidade após recuperar a bola, o Tricolor iniciou os 10 primeiros minutos de jogo melhor do que a equipe mineira, criando chances de perigo em finalizações de Maycon Lucas e Lucas Rodrigues. Mas, a partir daí, o rival cresceu na partida, passando a levar perigo ao gol de Jordan. Tentou por sucessivas vezes, aos 17, 18 e 23 minutos. Mas quem abriu o placar no Almeidão foi Pipico, em cobrança de pênalti. A vantagem coral, porém, não durou por muito tempo, uma vez que o Tombense seguiu pressionando. E achou o gol. Em cobrança de falta rasteira de Manoel, a bola desviou em Gilmar e morreu no fundo das redes tricolores.

Diminui de ritmo no segundo tempo, vê Levi cavar pênalti ao invés de finalizar e sofre a virada

Na volta para a etapa complementar, o Santa Cruz caiu de rendimento e viu o Tombense ganhar corpo na partida. A primeira chance veio aos dois minutos, com Everton tentando encobrir Jordan no meio de campo, mas a bola foi para a linha de fundo. Depois, em boa jogada trabalhada pela direita, Rubens desperdiçou grande chance. David cruzou rasteiro e o centroavante, sozinho, se jogou para alcançar, finalizando para fora. Em nova oportunidade, contudo, ele não perderia. Inclusive, minutos depois de Levi fazer grande jogada individual mas, ao invés de finalizar para o gol, tentou cavar pênalti e recebeu advertência. De novo em investida pela direita, o atacante recebeu a bola na grande área, brigou por ela e, cara a cara com Jordan, marcou o gol da virada. Completamente sem reação, o Tricolor nada fez, sem até mesmo obrigar o goleiro do Tombense defender uma finalização sequer. Nos minutos finais, porém, Rafael Castro, em lance de bola aérea, marcou o que seria o gol de empate, mas o árbitro assinalou impedimento.

Ficha do jogo

Tombense 2

Felipe Garcia, David, Moisés, Bruno Bispo e Manoel; Luiz Otávio, Eduardo Neto (Gustavo) e Jean Lucas; Jefferson Renan (Falcão), Everton (Capa) e Rubens. Técnico: Rafael Guanaes.

Santa Cruz 1

Jordan, Lucas Rodrigues, Wiliam Alves, Rafael Castro e Gilmar; Vitinho (Levi), Tarcísio (João Cardoso), Maycon Lucas e Jaílson; Lelê e Pipico (Wallace Pernambucano). Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Almeidão
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)
Assistentes:  Leandro dos Santos Ruberdo (MS); Marcos dos Santos Brito (MS)
Gols: Pipico, do Santa, aos 33′ do 1T; Manoel, do Tombense, aos 38′ do 1T; Rubens, do Tombense, aos 24′ do 2T;
Cartões amarelos: Vitinho (S), Jailson (S), Eduardo Neto (T), Jefferson Renan (T), Levi (S), Everton Galdino (T), Wiliam Alves (S), Felipe Garcia (T),
Cartão vermelho: Levi (S), Falcão (T).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending