conecte-se conosco
Vojvoda lamentou primeiro tempo ruim do Fortaleza Vojvoda lamentou primeiro tempo ruim do Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

Vojvoda diz que derrota do Fortaleza foi injusta e vê evolução: ‘Nível está subindo’

“Tenho dor, os jogadores têm dor”, lamentou, após o duro revés para o Internacional

Foto: Reprodução/ FEC

Publicados

em

“Muito difícil de digerir”. Assim o técnico Juan Pablo Vojvoda definiu a cruel derrota de 1 a 0 sofrida pelo Fortaleza, neste domingo, para o Internacional, no Beira-Rio. Depois de jogar melhor e empilhar oportunidades perdidas, o Leão do Pici acabou punido no fim, em gol marcado por Edenilson.

VÍDEO: assista ao gol da derrota do Fortaleza para o Internacional, no Beira-rio
LEIA: Fortaleza joga melhor, mas desperdiça chances, leva gol no fim e perde para o Inter fora
LEIA: Jussa sai na bronca após derrota do Fortaleza: ‘Não pode tomar um gol no fim desse jeito’

Ao mesmo tempo, porém, o treinador argentino aproveitou para destacar o crescimento do time nos últimos jogos, apesar dos resultados ruins – o Tricolor vive jejum de seis partidas no Brasileirão.

“Derrota muito difícil de digerir, muito difícil de explicar. O nível do time está subindo, contra São Paulo, Atlético-MG e hoje criamos oportunidades. Uma desatenção no último minuto nos deixa com mãos vazias. Acho injusta a derrota, mas é o futebol. O Fortaleza tem que tirar força disso. O nível do time foi bom, em um campo muito difícil, o Fortaleza em alguns momentos foi superior”, disse.

“Contra Atlético-MG, fizemos bom jogo, sem criar opções muito claras. Hoje as situações de gols foi para ganhar. Mas é um esporte que muitas vezes se faz tudo para ganhar e não consegue. Tenho dor, os jogadores têm dor, os torcedores têm dor, mas confio muito no meu time”, acrescentou.

Além disso, Vojvoda analisou que a expulsão de David prejudicou o Fortaleza. Acionado no segundo tempo, o atacante levou cartão vermelho direto junto a Saravia após desentendimento, aos 27 minutos.

“Até o último momento o futebol pode premiar ou castigar. Hoje veio o castigo. Fico com o jogo do Fortaleza durante os 90 minutos. Tenho que analisar a expulsão, que prejudicou mais ao Fortaleza do que ao Internacional. David tinha entrado há pouco tempo”, concluiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending