conecte-se conosco
Sampaio Corrêa perde do Botafogo no RJ Sampaio Corrêa perde do Botafogo no RJ

MASampaio CorrêaSérie BÚltimas

Sampaio é dominado pelo Botafogo, perde e chega ao quinto jogo sem vencer na Série B

Foto: Vítor Silva/Botafogo

Publicados

em

Resultado bastante ruim e uma atuação que, infelizmente, foi condizente com a derrota. O Sampaio Corrêa foi até o estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro-RJ, e foi derrotado pelo Botafogo por 2 a 0, com gols de Rafael Navarro e Luís Oyama. O Paio teve o zagueiro Joécio expulso no fim da primeira etapa, e viu um verdadeiro bombardeio nos 45 minutos finais. Graças ao goleiro Mota, o placar não foi elástico como poderia ser. Agora, a Bolívia chega ao quinto jogo consecutivo sem vitórias na Série B.

Com o resultado, o Sampaio Corrêa segue com 36 pontos, ocupando a 10ª colocação da Segundona. O Botafogo vai a 47 e se isola na vice-liderança. O Paio volta a campo na próxima quinta-feira (30) diante do Remo. O duelo será disputado às 21h30, no estádio Castelão, em São Luís-MA. Já o Alvinegro carioca vai até Salvador-BA enfrentar o Vitória na quarta (29), às 21h30, no Barradão.

Confira a classificação da Série B

Sampaio Corrêa domina o início, mas termina no prejuízo

A primeira etapa começou um pouco mais travada. O Sampaio Corrêa tinha maior posse de bola, mas sofreu com a sua dificuldade de criação de jogadas. Até conseguiu ter um volume de jogo nos primeiros 20 a 25 minutos da partida, mas só criou uma chance efetiva, em chute rasteiro de Watson que parou numa defesa segura do goleiro, aos cinco minutos. Depois disso, o Alvinegro cresceu na partida e ganhou terreno.

Conforme foi crescendo na partida, o Botafogo passou a exigir de Mota. Aos 36, Marco Antônio tentou surpreender quando, ao invés de cruzar, mandou direto para a meta. O arqueiro do Paio pegou com um pouco de dificuldade. Depois, foi a vez de Carlinhos tentar a batida na saída de Mota, que fechou bem o ângulo e salvou aos 39. Porém, com tanta pressão, os donos da casa saíram na frente. Aos 42, Chay cobrou falta na cabeça de Rafael Navarro, que mandou no canto direito. Para piorar o prejuízo do Sampaio Corrêa, o zagueiro Joécio ainda foi expulso aos 46 minutos, por entrada de sola em Chay.

Paio se segura como pode e evita placar elástico

Na volta do intervalo, aproveitando a vantagem no placar e também por ter um jogador a mais, o Botafogo se lançou ao ataque para tentar matar o jogo. Logo aos dois minutos, Marco Antônio fez bela jogada pela direita, finalizou e parou na perna direita de Mota. Aos oito, foi a vez de Gilvan levar perigo em cabeçada no meio da grande área, mandando a bola próxima à trave esquerda. Aos 12, Diego Gonçalves mandou um chute cruzado, a bola desviou no meio do caminho e também passou perto do gol.

Com amplo domínio dos donos da casa, o Sampaio Corrêa tentava os contra-ataques. Para isso, o técnico Felipe Surian acionou Jean Silva e Jarro Pedroso para dar mais velocidade ao setor, mas não mudou o panorama da equipe. Era um jogo de ataque contra defesa, onde só dava o Botafogo, que ampliou o placar. Aos 32, o meio-campista recebeu pela esquerda e tentou o cruzamento para a área, mas a bola desviou em Allan e enganou o goleiro Mota.

Logo aos 34 minutos, quase que o Alvinegro ampliava. Diego Gonçalves recebeu em profundidade e, de cara com Mota, encobriu o goleiro. A bola acertou a trave e saiu. Ainda na reta final, foi a vez de Ênio ter uma chance de frente para a barra, mas parou no camisa um do Tubarão. Resultado que mantém a sequência sem vitórias da Bolívia Querida.

Ficha do jogo

Botafogo (2)

Diego Loureiro; Daniel Borges, Joel Carli, Gilvan e Carlinhos; Barreto (Matheus Frizzo), Luís Oyama, Marco Antônio (Rafael), Chay (Ênio) e Diego Gonçalves (Luiz Henrique); Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

Sampaio Corrêa (0)

Mota; Watson, Joécio, Éder Lima e Mascarenhas; Betinho (Nadson), Ferreira, Eloir (Jean Silva) e Léo Artur (Allan); Pimentinha (Jarro Pedroso) e Ciel (Jackson). Técnico: Felipe Surian.

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro-RJ.

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG).

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (ambos MG).

Gols: Rafael Navarro, aos 42′ do 1ºT, e Luís Oyama, aos 32′ do 2ºT (BOT)

Cartões amarelos: Barreto e Matheus Frizzo (BOT); Watson, Betinho, Luiz Daniel e Mascarenhas (SAM)

Cartão vermelho: Joécio (SAM).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending