conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Justiça concede rescisão indireta e condena Sport a pagar R$ 500 mil ao meia Pardal

Jovem surgiu como joia, mas ainda não vingou; vínculo iria até 2022

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

Pouco mais de um mês depois de acionar o Sport na Justiça, o meia Pablo Pardal obteve rescisão indireta de contrato com o clube, que será concedido em tutela de urgência. Além disso, o time pernambucano foi condenado a pagar R$ 500 mil ao prata da casa por pendências financeiras, em decisão publicada nesta segunda-feira.

A reportagem confirmou a informação trazida inicialmente pelo globo esporte (ge) junto ao advogado do jogador, Filipe Rino. Segundo a condenação, dentre os débitos do Sport com Pardal estão cláusula compensatória, salários atrasados, FGTS não depositado, férias e 13º proporcionais.

Considerado uma das principais promessas da base rubro-negra nos últimos anos, Pardal teve, inclusive, passagens pela seleção brasileira sub-17, mas não conseguiu se firmar entre os profissionais do Sport. No total, pela equipe principal, disputou 13 partidas e deu duas assistências – além disso, passou por empréstimos no Cascavel e na base do Cruzeiro.

Pelo clube, aliás, Pardal atuou pela última vez em março e tinha vínculo até o término de 2022. Agora, portanto, está livre para acertar com qualquer equipe, assim que for publicada a rescisão no BID da CBF, conforme determinação judicial.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending