conecte-se conosco
BrenoCalixto_SantaCruz BrenoCalixto_SantaCruz

NáuticoPESanta CruzSérie ASérie BSérie CSportÚltimas

Vitória do Santa sobre o Volta-RJ, há quase um mês, foi a última do Trio de Ferro do Recife

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

A vitória de virada do Santa Cruz por 2 a 1 diante do Volta Redonda, ainda na 14ª rodada da Série C, marcou o futebol pernambucano. E negativamente. Isso porque, desde o fatídico triunfo coral, no dia 30 de agosto, nem Náutico, nem Sport e nem o próprio Santa Cruz venceram mais seus jogos pelo Brasileiro.

A partir deste período até aqui, 13 partidas foram disputadas pelo Trio de Ferro, cujo raio x dos duelos dá conta de 10 derrotas (três corais, três rubro-negras e quatro alvirrubras) e três empates. Um desempenho que, se contabilizado por uma equipe só, ostentaria ridículos 7% de aproveitamento.

No último final de semana, inclusive, o Tricolor, já rebaixado para a Série D, diga-se, foi o único pernambucano a pontuar no Brasileiro, ao empatar em 1 a 1 diante do Botafogo-PB, na Arena de Pernambucano, pela última rodada da fase de grupos da Série C. Na Série A, o Sport perdeu por 1 a 0 para o Fortaleza, e o Náutico sucumbiu frente ao Remo, no Baenão, sendo derrotado pelo mesmo placar.

Número excessivo de resultados negativos que se estende, sobremaneira, ao aproveitamento do Trio de Ferro jogando sob seus domínios. O Timbu, por exemplo, depois o início avassalador na Série B, liderando a competição por 14 rodadas consecutivas, não vence nos Aflitos desde julho, quando derrotou de virada o Brasil de Pelotas por 2 a 1.

Já o Tricolor conquistou uma única vitória no Arruda durante toda a Série C. Em oito jogos atuando como mandante, curiosamente venceu um, sobre o Volta Redonda – cujo triunfo também marcou o último das equipes pernambucanas em campeonatos brasileiros.

O Sport, por sua vez, vive situação ainda mais periclitante: desde junho, em partida vencida contra o Grêmio, após gol de falta batida por Sander, o Rubro-negro não sabe o que é somar três pontos na Ilha do Retiro.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending