conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Apresentado após dois jogos, Matheus Jesus agradece oportunidade no Náutico

Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

O volante Matheus Jesus foi anunciado pelo Náutico há apenas oito dias, ainda assim, o jogador já fez duas partidas com a camisa alvirrubra e tomou para si o posto de titular da equipe de Hélio dos Anjos. Pouco antes da chegada aos Aflitos, o jogador tinha perdido espaço na equipe do Juventude, mas, ainda assim, relatou ter tido um nível de confiança quase inédito em sua chegada ao novo clube, o que rendeu gratidão.

“O professor (Hélio dos Anjos) passa muita confiança. Fiquei muito feliz, fiquei até surpreso pela confiança que me passou. Entre tantos treinadores que já trabalhei, poucos me deram essa confiança para chegar, jogar, desempenhar o que eu sei, da forma como eu gosto de jogar. Estou muito feliz”, afirmou o volante, que também mostrou uma boa relação com o executivo Ari Barros, que teria sido crucial na sua escolha de ir ao Recife.

“Minha vinda para cá foi muito pelo Ari. Ele me ligou, eu gostei muito de como ele falou comigo, do que ele me propôs. Acho que aconteceram algumas coisas lá no Juventude que não foram boas, que contaram sobre mim e eu não gostei, não foram verdade, mas isso não vem ao caso. Eu estou feliz aqui no Náutico. Graças a Deus estou jogando, podendo ajudar à equipe e estou focado só aqui”.

Em sua saída do Juventude, Matheus sofreu acusações de indisciplina e falta de dedicação aos treinos. Segundo ele, porém, sua perda de espaço no clube foi puramente técnica, com o time conseguindo bom desempenho quando ele precisou sair por razões contratuais.

“Eu até vinha jogando no Juventude, mas perdi espaço por uma questão de contrato, que, quando eu não pude jogar, o time acabou indo bem e eu perdi a vaga, mas, enfim, estou feliz pela oportunidade que eu tive aqui”.

Com isso, o volante reiterou a gratidão ao Náutico e prometeu dedicação para seguir em alta no Alvirrubro. “Queria agradecer muito ao Ari, ao professor Hélio, ao Guilherme (dos Anjos, auxiliar), pela oportunidade, por me dar confiança. E espero melhorar, foram apenas dois jogos, acho que eu ainda posso agregar e ajudar muito mais (…) Nós, jogadores, trabalhamos para isso, quando recebermos a oportunidade, chegar e aproveitar bem. Fico feliz por estar ajudando a equipe, o grupo me acolheu muito bem”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending