conecte-se conosco

RNSérie DÚltimas

Treinador releva derrota no primeiro turno e vê América-RN crescendo para buscar o acesso

Canindé Pereira/América FC

Publicados

em

O sonho do retorno do América-RN à Terceira Divisão está a dois passos de virar realidade. Em confronto eliminatório com o Campinense, com jogos nos dois próximos fins de semana, o Dragão terá a chance de cravar o tão esperado acesso. Na visão do treinador Renatinho Potiguar, o grupo vem apresentando um crescimento na hora certa e, agora, tem a chance de entrar de vez para a história americana.

“Essa fase final é onde a equipe que tem jogadores mais cascudos acaba tendo um crescimento, os jogadores assumem bem a responsabilidade de um mata-mata. Acho que foi isso que aconteceu. Na hora que o América precisou, os atletas responderam à altura e esse é um ponto muito importante”.

Com isso, o treinado apresentou uma visão otimista do futuro do clube nessa decisão. “A gente vê algo bem legal no final desse campeonato. O crescimento na hora certa para que a gente possa nesse campeonato tão difícil conseguir esse acesso e deixar o América onde ele merece”.

Com a presença da torcida neste jogo, Renatinho negou que isso possa colocar uma pressão a mais sobre os jogadores do América. Segundo ele, o trabalho psicológico vem sendo feito junto ao elenco antes de um jogo desta relevância.

“A ansiedade vai existir independentemente se tivesse público ou não. São dois jogos decisivos, que marcam a história do clube. Eu tenho passado muito isso para os atletas. É um momento que a gente precisa fazer a nossa história dentro do clube”, comentou, afirmando que o elenco está ciente dessa responsabilidade.

“Eles têm entendido bem isso. A gente espera um apoio muito maior agora. Que o torcedor venha realmente pra apoiar a equipe. Os atletas estão correspondendo, estão dando o seu melhor, e a gente espera que o torcedor venha fazer uma festa bonita”.

América x Campinense

Na primeiro turno, os dois times se enfrentaram e os paraibanos conseguiram uma vitória e um empate. Na visão de Renatinho, esse retrospecto não tem peso nenhum nos jogos desta fase de quartas de final.

“São só números. São duas equipes grandes dos seus estados e, nesse mata-mata de acesso, a equipe que errar menos, que estiver mais concentrada, que tiver mais qualidade na hora das definições, vai acabar tendo o acesso. A gente espera que o América possa estar bem nessas duas partidas e conseguir o objetivo tão almejado”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending