conecte-se conosco
Dellatorre, do CSA Dellatorre, do CSA

ALCSASérie BÚltimas

CSA goleia Brusque, soma quinta vitória em seis jogos e fica a três pontos do G4 da Série B

Foto: Augusto Oliveira/CSA

Publicados

em

Time embalado, que começa a crescer no momento decisivo da competição. Essa é a tônica do CSA, que fez mais um grande jogo na Série B e goleou o Brusque no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL, por 4 a 1. Com dois gols de Dellatorre, um de Yuri e outro de Renato Cajá, o Azulão foi dominante e sofreu poucos sustos no duelo. Garcês diminuiu para os visitantes, que mal incomodaram ao longo da partida.

Com o resultado, o CSA chega a 45 pontos e sobe para a sexta colocação da Segundona. O Brusque segue em 16º, com 30. O Azulão volta a campo na próxima sexta-feira (15) contra o Goiás, no estádio da Serrinha, em Goiânia, às 21h30. Os catarinenses jogam no mesmo dia contra o Remo, às 16h, no estádio Augusto Bauer, em Brusque-SC.

Confira a classificação da Série B

Dellatorre erra na primeira, mas desencanta

A primeira etapa começou de maneira mais equilibrada. O CSA tentava atacar, mas o Brusque não deixava barato e também buscou incomodar. Porém, com o passar do tempo, os alagoanos ficaram com o domínio da partida e foram criando uma chance atrás da outra. Aos 26, em chute de fora da área, Renato Cajá colocou o goleiro para defender, espalmando para escanteio. Aos 30, Dellatorre perdeu um gol feito dentro da área. Cajá arriscou de longe, Ruan Carneiro espalmou e depois defendeu com a perna o chute do centroavante alagoano.

Na chance seguinte, o centroavante não desperdiçou. Aos 32, ele recebeu bom passe de Iury Castilho e soltou uma bomba para abrir o placar. Ainda tentando ampliar, o CSA sofreu um susto aos 41. Em falta cobrada para a área, a marcação falhou e Garcês empatou para o Brusque. Mesmo assim, a pressão azulina seguiu e Dellatorre desempatou aos 46, ao completar cruzamento rasteiro de Didira para o fundo do gol.

CSA pressiona e escreve goleada

Na mesma intensidade com a qual acabou o primeiro tempo, o Azulão chegou para a etapa final. Com um minuto de jogo, depois de uma linda jogada de pé em pé que começou do lado direito, Yuri recebeu dentro da área e finalizou rasteiro, no cantinho do goleiro. O resultado deu maior tranquilidade para a equipe alagoana, que controlou melhor o ritmo e deixou o desespero para o Brusque.

Com dificuldades para criar jogadas e incomodar a defesa do Azulão, o Brusque passou a dar espaços na entrada da área que poderiam ser aproveitados. E assim foram. Aos 20 minutos, Renato Cajá arriscou uma batida colocada e Ruan Carneiro fez bela defesa. Aos 24, os catarinenses perderam o zagueiro Ianson pelo segundo amarelo e, com um a menos, facilitou. Aos 24 minutos, Cajá recebeu outra bola na entrada da área e dessa vez fuzilou no cantinho esquerdo, criando a goleada no Rei Pelé. No restante, o CSA controlou, dosou o ritmo e ainda poderia ter feito um placar mais elástico.

Ficha do jogo

CSA (4)

Thiago Rodrigues (Lucas Frigeri); Cristovam, Matheus Felipe, Lucão e Ernandes (Kevyn); Geovane, Yuri, Renato Cajá (Bruno Mota) e Didira (Marco Túlio); Iury Castilho e Dellatorre (Reinaldo). Técnico: Mozart.

Brusque (1)

Ruan Carneiro; Toty, Ianson, Éverton Alemão e Marcelo Nunes; Rodolfo Potiguar, Zé Matheus, Diego Mathias (Marlone) (Jhon Cley), Garcês (Hugo Borges) e Thiago Alagoano (Claudinho); Edu (Tony). Técnico: Waguinho Dias.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL.

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG).

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Ricardo Junio de Souz (ambos MG).

Gols: Dellatorre, aos 32′ e 46′ do 1ºT, Yuri, a 1′ do 2ºT, e Renato Cajá, aos 24′ do 2ºT (CSA); Garcês, aos 41′ do 1ºT (BRU)

Cartões amarelos: Lucão (CSA); Ianson, Éverton Alemão, Marcelo Nunes e Thiago Alagoano (BRU).

Cartão vermelho: Ianson (BRU).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending