conecte-se conosco

PBRNSérie DÚltimas

Delegação do Campinense sofre invasão de grupo organizado do América-RN e atletas reagem

Raposa prestou BO, enquanto Mecão soltou nota de repúdio; veja vídeo

Foto: Reprodução

Publicados

em

A delegação do Campinense fazia mais um procedimento ritual após o jogo contra o América-RN (empate sem gols), no fim da noite do último sábado, quando teve o hotel em Natal invadido por um grupo organizado do América-RN e o ônibus que o levariam de volta a Campina Grande depredado.

LEIA: América-RN e Campinense ficam no empate pela ida do mata-mata do acesso na Série D

Jogadores e dirigentes da Raposa entraram em confronto para se defender depois da investida do grupo e o lateral-direito Dênis sofreu um corte na perna – levou pontos no local, mas não preocupa para o jogo decisivo do acesso, no próximo sábado, no estádio Amigão, onde quem vencer sobe para a Série C. Confira o vídeo abaixo.

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN), em breve nota após o ocorrido, informou que ”alguns dos torcedores do América-RN acusados de invadir o hotel da delegação do Campinense” foram levados para a central de flagrantes.

O diretor de marketing do Campinense, Danylo Maia, estava no local e se pronunciou em nome do clube ao globo esporte (ge). Ele também prestou um boletim de ocorrência em uma delegacia de Natal.

“Jantamos e na saída do hotel fomos surpreendidos por integrantes de torcidas organizadas do América-RN. Eles partiram para o confronto, apedrejaram o nosso ônibus. A delegação ainda recuou, mas eles insistiram no confronto e não tivemos outra alternativa senão enfrentá-los. Graças a Deus acionamos a polícia, que deteve um dos torcedores”, afirmou. Ainda segundo ele, o caso também será encaminhado para a CBF e Federação Paraibana de Futebol.

O Campinense conseguiu um novo ônibus e retornou para Campina Grande de madrugada. Mais cedo, o clube fez uma publicação informando que a volta se deu sem problemas.

Depois do ocorrido, o América-RN também se pronunciou, por meio de nota. No comunicado, o time potiguar repudiou o episódio. Confira abaixo o que disse o Mecão.

O América Futebol Clube vem a público manifestar seu total repúdio a atos promovidos por algumas pessoas envolvendo a delegação do Campinense-PB, na noite do último sábado (9), no hotel onde a equipe paraibana estava hospedada. O clube entende que toda e qualquer rivalidade deve ter como limite o campo de jogo e que fora dele o respeito e a civilidade precisam imperar para segurança de todos e o bem da sociedade. Práticas como essas, além de estarem em completo desalinho às normas e valores desta instituição, construídos ao longo de uma trajetória de 106 anos, não têm espaço no futebol e nem na sociedade civil. O América Futebol Clube se solidariza com a delegação do Campinense-PB e lamenta tais ocorrências que não representam o sentimento da nossa torcida nem a hospitalidade do povo Potiguar.

Trending