conecte-se conosco
SportxBragantino SportxBragantino

PESérie ASportÚltimas

Sport leva gols cedo, perde para o Bragantino e segue em situação complicada no Z4

Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Publicados

em

Com erros bobos na defesa e um toque de azar na tomada de decisão, o Sport sofreu gols cedo, ambos no início de cada tempo regulamentar, diante do Bragantino, que ainda marcou mais um na etapa final, e perdeu por 3 a 0 para o Massa Bruta, na noite desta quinta-feira, em duelo antecipado pela 34ª rodada da Série A. O Leão até que tentou, obrigando o goleiro rival fazer boas defesas, mas não foi suficiente para evitar a derrota, a segunda seguida nas últimas quatro partidas – inclusive, neste recorte, o time também não anotou nenhum triunfo.

Com o resultado, o Sport estaciona nos 27 pontos na classificação, segue na zona de rebaixamento, mas a cinco pontos de sair do Z4. Agora, o Rubro-negro volta a campo no domingo, contra o Atlético-GO, na Arena de Pernambuco. O duelo, válido pela 29ª rodada do Brasileirão, acontece às 20h30.

Em erro de bola aérea, Sport leva gol cedo, tenta reagir, mas não consegue achar o gol

Um primeiro tempo em que o Sport sofreu gol cedo em jogada boba de bola área, logo aos dois minutos de jogo, com Ytalo, mas não conseguiu forças para reagir de maneira eficaz e assim sair com o empate diante do Bragantino ao final da primeira etapa. O Leão, porém, até que tentou por várias oportunidades, principalmente a partir de investidas de Gustavo, obrigando Cleiton espalmar para escanteio – finalização de maior perigo dos 45 minutos iniciais -, Luciano Juba, Mikael, por três vezes, mas sem, de fato, ser letal. O Massa Bruta, por sua vez, mais organizado ofensivamente, esteve mais próximo de alargar a vantagem, se não fosse a ótima defesa de Maílson. Em jogada individual trabalhada na esquerda, Cuello puxou para o meio e finalizou colocado, buscando o ângulo do goleiro rubro-negro, que se esticou todo para evitar o segundo gol do time paulista.

E o roteiro se repete na etapa complementar

Mas o roteiro de sofrer gol cedo se repetiu no segundo tempo. E, desta vez, com uma grande dose de azar por parte dos leoninos. Após escanteio batido na grande área do Sport, Juba tentou afastar a bola, mas ela bateu em Chico e desviou contra o próprio gol de Maílson. Tentando dar maior qualidade na transição do meio para o ataque, Florentín alçou Hernanes, Cristiano e Paulinho Moccelin a campo. E as trocas surtiram um pouco de efeito, com o time pernambucano encontrando mais facilidade para chegar ao gol de Cleiton, mas parou no goleiro. Primeiro, em finalização quase à queima roupa de Zé Welison na pequena área; depois, com Gustavo, em chute de fora da área. Contudo, a eficácia do Bragantino voltou a bater à porta. E o time marcou o terceiro gol, com certa facilidade, entrando na defesa rubro-negra. Em boa troca de passes entre Cuello e Arthur, o argentino espera tropeço de Rafael Thyere e manda entre as pernas de Maílson para fazer o terceiro do clube paulista no jogo.

Ficha do jogo

Bragantino 3

Cleiton, Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar; Jadsom Silva (Luciano), Eric Ramires (Emiliano Martínez) e Cuello; Artur, Ytalo (Hurtado) e Gabriel Novaes (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

Sport 0

Maílson, Ewerthon, Rafael Thyere, Chico, Sander; Ronaldo Henrique (Heranes), José Welison, Everton Felipe (Cristiano), Gustavo e Juba (Paulinho Moccelin); Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

Local: Nabi Abi Chedid
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo (RJ) e Thiago Henrique Neto (RJ)
Gols: Ytalo, do Bragantino, aos 2′ do 1T; Chico, contra, do Sport, aos 5′ do 2T,
Cartões amarelos: Ronaldo (S), Sander (S), Gustavo (S), Ewherton (S), Arthur (B), Mikael (S), Hernanes (S), Edimar (B)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending