conecte-se conosco
ABC ABC

RNSérie DÚltimas

ABC: Após derrota, histórico da D pesa contra, mas campanha em casa mostra boas chances de avanço à final

Andrei Torres/ABC FC

Publicados

em

O ABC tem um desafio complicado na luta para chegar à final da Série D neste ano. Depois de uma derrota por 4 a 2 para a Aparecidense, em Goiás, o Elefante precisa reverter a desvantagem para ir além da fase semifinal. Na história da Quarta Divisão, porém, apenas dois dos oito times que largaram assim nesta fase conseguiram a vaga na decisão. O bom retrospecto do time no Frasqueirão, porém, é motivo de esperança.

Desde a instituição da Série D, em 2009, esta é a oitava edição com alguma semifinal sendo inaugurada por um time aplicando dois gols de vantagem sobre outro. Até então, eram quatro 2×0, quatro 3×1, com Aparecidense e ABC tendo o primeiro 4×2 entre os jogos de ida das semis da Quarta Divisão.

E, entre todas essas, a missão alvinegra é de ser a terceira equipe na história a reverter esse placar adverso. A primeira a conseguir isso foi o Globo, em 2017, que perdeu para a Juazeirense por 3 a 1, em Juazeiro, e venceu em Ceará-Mirim por 2 a 0. Assim, o time se classificou pelo gol qualificado, critério que não existe mais no torneio.

Dois anos depois, outro caso, com o Ituano vencendo o Brusque por 2 a 0 em Itu, mas perdendo por 2 a 0 no interior catarinense. Assim, a disputa foi para os pênaltis, com os sulistas avançando à final. Depois, inclusive, o time ainda seguiu para conquistar o título da Série D.

A situação é parecida com o que aconteceu entre River-PI e Ypiranga-RS em 2015, com cada um fazendo 2 a 0 em seu mando, mas os piauienses, que haviam ganho o jogo de ida, saindo melhor nos pênaltis.

Outros três clubes até conseguiram vencer os jogos de volta por um gol, o que aconteceu com a Chape, eliminada pelo Macaé em 2009; pelo São Bento-SP, eliminado pelo CSA em 2016; e com o São José-RS, eliminado pelo Ferroviário em 2018.

A campanha do ABC no Frasqueirão

Se o histórico do campeonato mostra um histórico de 25% de chances de se reverter um cenário assim, a campanha do ABC no Frasqueirão mostra até 80%. Isso acontece porque, dos 10 jogos que já fez em casa nesta Série D, o time conseguiu vencer por ao menos dois gols de vantagem em oito deles.

Na fase de grupos, os potiguares aplicaram vitórias por 2 a 0 sobre Central, Campinense e Treze, além de fazer 4 a 0 sobre o Sousa, 9 a 1 sobre o Caucaia e 3 a 1 sobre o América-RN. A única derrota, para o Atlético-CE, foi por 2 a 0. Nas fases de mata-mata, vitórias por 3 a 2 sobre o Retrô, 2 a 0 sobre o 4 de Julho e 3 a 0 sobre o Caxias.

Três desses dez resultados dariam a classificação direta ao Elefante, enquanto apenas dois classificariam a Aparecidense. Os demais cinco empurrariam a decisão para as cobranças de pênaltis.

Vantagens mantidas

2018 – Ferroviário* 3×1 São José-RS | São José 2×1 Ferroviário*
2016 – CSA 2×0 São Bento-SP | São Bento 1×0 CSA
2015 – River-PI 2×0 Ypiranga-RS | Ypiranga (4) 2×0 (5) River
2014 – Brasil-RS 3×1 Londrina | Londrina 2×2 Brasil
2009 – Chapecoense 0x2 Macaé | Macaé 2×3 Chapecoense
2009 – São Raimundo-PA* 3×1 Alecrim-RN | Alecrim 2×2 São Raimundo*

Desvantagens revertidas

2019 – Ituano 2×0 Brusque* | Brusque* (4) 2×0 (3) Ituano
2017 – Juazeirense 3×1 Globo | Globo (gol fora) 2×0 Juazeirense

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending