conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Auxiliar reconhece dificuldade, mas mantém confiança no acesso: “É uma realidade matemática”

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

A situação do Náutico ficou complicada na briga pelo acesso após a derrota para o Brasil-RS por 3×2, no Bento Freitas. O Timbu precisará ter 100% de aproveitamento para subir. Ainda assim, o auxiliar técnico Guilherme dos Anjos, que ficou na beira do campo no lugar de Hélio dos Anjos, suspenso, acredita que o Timbu tem chances de subir e ele se apega à matemática.

“Realmente ficou um pouco mais difícil. Mas, matematicamente, temos condições. A realidade é pontuar todas as partidas. Precisamos dos 18 pontos. E se chegar a 63, tem a probabilidade de subir. Nos últimos quatro anos, subiu com 63 pontos. É uma realidade matemática e vai continuar para a gente”, ressaltou.

Sobre o jogo, Guilherme dos Anjos reconheceu a falta de intensidade da equipe. Segundo o assistente técnico alvirrubro, o Náutico perdeu para si mesmo.

“O Náutico tentou, mas fomos ruins tecnicamente. Em termos de intensidade, principalmente, baseado em um adversário que não está disputando praticamente nada. Perdemos hoje para nós mesmos”, pontuou.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending