conecte-se conosco

ALBACSASérie BÚltimasVitória

Aplicado, CSA derrota o Vitória no Barradão, complica o rival, e fica a dois pontos do G4

Publicados

em

Era um jogo de extrema importância para ambos os lados, mas só uma equipe sorriu no apito final. E foi o CSA, que deu mais um grande passo rumo ao acesso para a Série A. Aplicado, o Azulão venceu o Vitória por 1 a 0, no Barradão, na tarde desta terça-feira, pela 33ª rodada do Brasileirão. O gol alagoano foi marcado por Yuri Castilho, aos 32 minutos do primeiro tempo.

Resultado que deixa a equipe do Mutange com 51 pontos somados, a dois do Goiás, que abre o G4 da Série B. Já o Leão baiano estaciona na 18ª posição, com 33 conquistados. Na próxima sexta, o Rubro-negro volta a campo diante do Avaí, na Ressacada, enquanto o Azulão retorna ao Rei Pelé e encara o Remo.

Vitória tenta mais, mas CSA faz 1T aplicado e constrói a vantagem

O Vitória tentou mais, ainda que chegando com pouquíssimo perigo, mas foi o CSA, aplicado, quem saiu na frente do placar no Barradão. Depois de tentar com Delatorre, em bela finalização rasteira e defesa de Lucas Arcanjo, a jogada de bola aérea, tônica do primeiro tempo, diga-se, definiu a vantagem dos visitantes. Iury Castilho recebeu cruzamento na entrada da grande área, cabeceou no canto e marcou. O Vitória, por sua vez, até que tinha chegado em outras oportunidades, mas sem aproveitar, com David e João Pedro. A melhor chance, construída de pé em pé, aconteceu apenas no final da primeira etapa. Em novo cruzamento, Raul Prata achou Fabinho, que tocou para Bruno Oliveira finalizar, mas desperdiçando.

Vitória se lança ao ataque, mas para na criação pobre. CSA perde Éverton, mas se segura

Tentando ir mais ao ataque, o Vitória, por muito pouco, não ficou ainda mais em desvantagem logo no retorno para a etapa complementar, se não fosse erro de Renato Cajá. O meia recebeu passe de Gabriel e finalizou para fora, desperdiçando grande chance para o CSA. Na sequência, porém, foi o time baiano quem teve a grande chance de igualar o placar. Kevyn colocou a mão na bola na área e o árbitro assinalou pênalti, mas Roberto, na batida, parou em Thiago Rodrigues. Com as equipes adotando uma postura franca, de querer o jogo, os alagoanos foram mais perigosos e quase não fizeram o 2 a 0. Primeiro, com Marco Túlio obrigando Lucas Arcanjo fazer grande defesa, depois com a finalização de Éverton Silva explodindo na trave. Porém, a vantagem se resumiu azulina ao placar, porque o próprio Everton, minutos após protagonizar o lance, acabou expulso. Sem conseguir se infiltrar na defesa adversária, o Vitória tentou arriscar de fora da área e até conseguiu se aproximar do gol do CSA. Soares mandou uma bomba e o arqueiro alagoano defendeu.

Ficha do jogo

Vitória 0

Lucas Arcanjo, Raul Prata, Thalisson, Wallace, João Pedro e Roberto; Fabinho (Caíque Souza), Eduardo (Alisson Santos) e David (Manoel); Bruno (Soares) e Marcinho. Técnico: Wagner Lopes.

CSA 1

Thiago Rodrigues, Éverton Silva, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn; Geovane, Yuri (Clayton), Renato Cajá (Gabriel Tonini); Gabriel (Giva Santos), Iury Castilho (Marco Túlio) e Dellatorre (Wellington). Técnico: Mozart Santos.

Local: Barradão
Árbitro: Rodrigo Raposo (DF)
Assistentes:
Lucas Costa Modesto (DF) e Kleber Alves (DF)
Gols:
Iury Castilho, do CSA, aos 32′ do 1T
Cartões amarelos:
Kevyn (C), Eduardo (V), Raul Prata (V), Alisson (V),
Cartões vermelhos: Everton Silva (C),

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending