conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Náutico vence líder Coritiba e tenta manter vivo o sonho do acesso

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

As chances matemáticas do Náutico de conquistar o acesso ainda são pequenas, mas existem depois da vitória por 2×1 sobre o Coritiba, na tarde deste sábado (6), nos Aflitos. O Timbu, com uma nova formação, voltou a mostrar um bom futebol e balançou as redes com Caio Dantas e Rhaldney, um em cada tempo, para se recuperar na Série B do Campeonato Brasileiro depois de duas derrotas fora de casa. Enquanto Luciano Castán descontou no último minuto.

Ainda com a rodada ser completada, o Náutico subiu para o 8º lugar com 48 pontos. E terá de secar Guarani, CRB e Goiás para manter a diferença de seis pontos para o G4. Na próxima terça-feira (9), o adversário será o Confiança, às 19h, no Batistão. Já o Coritiba poderia ter encaminhado o acesso e, com 61 pontos, precisa torcer por um tropeço do Botafogo contra o Vasco para não perder a liderança. Na quarta, o Coxa pega o Goiás, às 21h30, na Serrinha.

Caio Dantas define a vantagem

O técnico Hélio dos Anjos prometeu uma mudança no time e surpreendeu com a entrada de Trindade no lugar de Jailson. A ideia era reforçar o meio-campo para proteger a defesa, que sofreu sete gols nos últimos dois jogos. Mas, logo no início, já houve uma falha e Léo Gamalho, livre na área, quase balançou as redes. Anderson fez uma grande defesa com os pés.

O Náutico, aos poucos, se encaixou em campo e começou a ameaçar com Caio Dantas. O atacante teve duas chances em cruzamentos na área em que a bola passou perto. O centroavante, no entanto, não desperdiçou a terceira. Aos 16 minutos, Jean Carlos cobrou escanteio, Vinícius desviou e Caio Dantas apenas completou para o fundo das redes para abrir o placar.

Em vantagem, o Timbu diminuiu o ímpeto ofensivo e viu o Coritiba crescer nas falhas defensivas dos alvirrubros. Foram pelo menos três chances criadas. Em uma delas, Igor Paixão chutou, a bola desviou em Camutanga e bateu na trave. Robinho tentou e por pouco não empatou. Porém, o Náutico conseguiu segurar o resultado até o intervalo.

Gol de Rhaldney e expulsões

Na volta para etapa complementar, os alvirrubros tentaram mudar a postura para não correr novos riscos. Logo aos sete minutos, Rhaldney marcou o segundo gol. Júnior Tavares cruzou, Vinícius tentou e, na sequência, o volante chutou no canto de Wilson para fazer 2×0.

Novamente, após tomar um gol, o Coxa se jogou ao ataque, mas cedeu espaços na defesa. Tanto que por pouco Caio Dantas não fez o terceiro. Aos 22 minutos, as duas equipes ficaram com um jogador a menos. Gustavo Bochecha e Jean Carlos discutiram e foram expulsos. O jogo caiu de ritmo, o Coritiba ficou mais com a posse de bola. Porém, com pouca efetividade. O Timbu conseguiu se defender e segurou a pressão até o último minuto. Aos 50, Luciano Castán marcou para os visitantes e fechou o placar em 2×1.

Ficha do jogo

Náutico 2
Anderson; Thássio, Rafael Ribeiro, Camutanga (Carlão) e Júnior Tavares; Trindade (Jailson), Rhaldney (Djavan) e Matheus Jesus (Marciel); Jean Carlos, Vinícius e Caio Dantas (Álvaro). Técnico: Hélio dos Anjos.

Coritiba 1
Wilson; Natanael (Matheus Alexandre), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val (Gustavo Bochecha) e Robinho (Rafinha); Waguininho, Igor Paixão (João Victor) e Léo Gamalho (William Alves). Técnico: Gustavo Morínigo.

Local: Estádio dos Aflitos, no Recife-PE.
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Evandro de Melo Lima (SP).
Gols: Caio Dantas (Náutico), aos 16 do 1ºT; Rhaldney (Náutico), aos 7 do 2ºT; Luciano Castán (Coritiba), aos 50 do 2ºT.
Cartões amarelos: Trindade e Jean Carlos (Náutico); Gustavo Bochecha (Coritiba).
Cartões vermelhos: Jean Carlos e Marciel (Náutico); Gustavo Bochecha (Coritiba).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending