conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Florentín liga alerta para emocional e mira reta final do Sport na Série A: ‘Vamos lutar’

Técnico avaliou o cenário após a derrota para América-MG; confira

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

O Sport fez um jogo de muita dedicação diante do América-MG, mas, com um a menos por cerca de 70 minutos, acabou derrotado por 3 a 2, na noite da última quarta-feira, na Arena de Pernambuco, pela 32ª rodada. da Série A. Resultado que colocou o time em situação ainda mais delicada na luta contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Depois do confronto, em entrevista coletiva, o técnico Gustavo Florentín avaliou o cenário tanto da partida, quanto da reta final da competição. E ligou alerta para a parte emocional da equipe: tanto o “psicológico”, após uma dura derrota, como a “ansiedade”, algo que, na visão dele, interferiu para o resultado.

“Enquanto tivermos a possibilidade matemática, vamos lutar e vamos dar batalha a todas as equipes. Falei aos jogadores que temos que levantar a moral. Eles estão tristes pela derrota, mas temos que levantar a moral. Vamos continuar conversando com eles individualmente para tratar do aspecto psicológico para que possam ser estimulados novamente para o desafio que temos no domingo, contra um rival direto. Então isso deve ser virado a página rapidamente”, disse Florentín. 

Com o revés para o América-MG, o Sport caiu para o 18º lugar, com 30 pontos, seis abaixo do Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O agravante, por sua vez, é que o Esquadrão, neste momento, tem dois jogos a menos que o Rubro-negro no campeonato. Na sequência, o Leão visita o Ceará, neste domingo.

“O caminho que procuro é tentar ganhar todos os jogos que nos faltam. Para isso, temos que ter todos os jogadores bem, que a ansiedade não nos vença como hoje (contra o América-MG). A ansiedade venceu a gente hoje. E que possamos reencontrar o nosso futebol como foram em outros jogos, que possamos manter a calma para que possamos elaborar. Temos que ter calma, tranquilidade que podemos elaborar nosso futebol e vamos ter vamos estar mais perto de poder ganhar os jogos”, disse.

“Hoje, volto a repetir, a ansiedade venceu o grupo, especialmente na primeira parte onde não jogamos, não fizemos o que pretendíamos taticamente. E no segundo tempo melhorou, com a garra conseguimos encontrar o empate, com esforço dos jogadores, mas no último minuto perdemos. Se tivermos tranquilidade estaremos mais perto de poder vencer. Então esse tem que ser o nosso caminho”, concluiu Florentín.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending