conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Árbitro explica pênalti contra o Bahia: “Utilizar o braço com uma ação de bloqueio”

Foto: Thiago Ribeiro via Twitter do Brasileirão

Publicados

em

O árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo tentou explicar, na súmula, o pênalti marcado de forma indevida na derrota do Bahia para o Flamengo por 3×0, na última quinta-feira (11), no Maracanã. Aos 26 minutos do primeiro tempo, Diego deu uma bicicleta e a bola bateu no peito de Conti na área. Mesmo após a revisão no VAR, a penalidade foi confirmada.

De acordo com a súmula, disponibilizada no site da CBF, o pênalti foi marcado e o zagueiro do Bahia recebeu o amarelo por “utilizar o braço com uma ação de bloqueio”.

Ainda durante o jogo, com as imagens mostrando que não houve falta no lance, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, criticou a arbitragem através das redes sociais.

“O futebol brasileiro virou um escândalo, um assalto, um absurdo. Fechem as portas. Terceiro jogo seguido com erro afrontoso contra o Bahia. Vergonhoso, indisfarçável. Querem rebaixar o Bahia? Eu imagino o porquê. Mas não vão conseguir”, disparou Bellintani.

O técnico Guto Ferreira também manteve o tom crítico nas palavras na entrevista coletiva. E relembrou erros nas últimas três partidas do Bahia mesmo com a arbitragem de vídeo. 

“Queremos sempre pensar no melhor dos profissionais que estão trabalhando ali. A gente sempre defendeu a entrada do VAR para moralizar o futebol, para melhorar a qualidade da alta competitividade que existe. Mas que estão desvirtuando tudo que existe. Porque você errar um lance com a bola andando é uma situação. Agora você errar com o vídeo e interpretar como você quer? Está ali para você ver, e insiste em dizer que não? O problema é que contra o Bahia não foi só uma vez. Nos últimos três jogos aconteceram isso. O VAR chamou, mostrou que não foi, e eles foram contra o VAR”, disse indignado o técnico do Bahia.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending