conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Florentín prioriza o Sport para 2022; diretoria elogia, mas mantém foco no Brasileirão

Treinador externou desejo de renovar para o ano que vem; clube aguarda

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

A permanência do técnico Gustavo Florentín para a próxima temporada voltou a ser assunto no Sport nos últimos dias. Depois da derrota para o América-MG, o treinador paraguaio foi questionado acerca do futuro e afirmou que quer observar o desfecho do Campeonato Brasileiro, mas tem o Rubro-negro como escolha número um.

“Em relação à renovação, antes de tudo, vamos ver a combinação da competição E aí veremos se renovaremos ou não. A prioridade sempre será o clube. Sou uma pessoa agradecida e assim a prioridade sempre será para o Sport nesse sentido”, afirmou o técnico.

O vice-presidente de futebol, Augusto Carreras, também foi perguntado sobre o assunto em entrevista coletiva mais recente, na última quinta. E exaltou o trabalho de Gustavo Florentín e comissão técnica, mas reiterou o foco integral na luta pela permanência na Série A.

“A avaliação que a diretoria tem é bastante positiva. A gente que acompanha o trabalho dele dentro de campo, a relação que ele tem com os atletas, os treinamentos, o pré e pós-jogo, a avaliação é muito positiva. Mas a própria prioridade do treinador é a manutenção do time na Série A e também da diretoria. Então a diretoria, em nenhum momento até a presente data, buscou, com Florentín ou qualquer outro atleta, não procuramos ninguém ainda”, disse o dirigente.

“Estamos esperando uma definição do Campeonato Brasileiro para que a gente possa chamar as pessoas que o clube vai ter na avaliação, que devem permanecer, para buscar uma renovação. Mas volto a dizer, tranquilizar a torcida, a relação que existe entre diretoria com a presidência junto ao treinador e comissão, é uma relação mútua, de respeito, admiração, concordância com o trabalho executado. A avaliação é muito positiva”, acrescentou Carreras.

O técnico paraguaio chegou ao Sport para substituir Umberto Louzer no fim de agosto. De início, amargou quatro jogos sem vencer, mas conseguiu emendar uma boa sequência e dar ânimo ao Rubro-negro na luta contra o rebaixamento. Recentemente, porém, vive uma série negativa, com quatro derrotas nas últimas cinco partidas.

No total, o treinador tem 14 partidas pelo clube, com quatro vitórias, oito derrotas e dois empates – totalizando 33% de aproveitamento. A avaliação em torno do trabalho do paraguaio entre direção, torcida e imprensa, é positiva.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending