conecte-se conosco
Fortaleza perdeu do Red Bull Bragantino por 3 a 0 Fortaleza perdeu do Red Bull Bragantino por 3 a 0

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza é dominado pelo Bragantino e perde confronto direto no Brasileirão

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Publicados

em

Uma derrota dolorida diante de um adversário direto na tabela da Série A, mas merecida pelo que foi apresentado pelo Fortaleza em campo. O Tricolor perdeu do Red Bull Bragantino por 3 a 0 no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP. O trio de ataque do Massa Bruta, formado por Helinho, Ytalo e Artur, balançou as redes com um gol para cada. Um partida ruim, onde muita coisa deu errado diante de um adversário direto na briga pelo G4.

Com o resultado, o Fortaleza cai para a quinta colocação, com 49 pontos, sendo ultrapassado justamente pelo Bragantino, que assumiu o quarto lugar com 52 pontos. O time de Bragança Paulista, contudo, tem um jogo a mais que o Tricolor do Pici, que volta a campo nesta quarta-feira (17) contra o Ceará, no último Clássico-Rei do ano. A partida será disputada no Castelão, em Fortaleza-CE, às 19h. O Massa Bruta joga na terça (16) diante do Grêmio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS, às 18h.

Confira a classificação da Série A

Início sonolento e Fortaleza toma dois gols em 14 minutos

O Fortaleza começou o jogo parecendo que já entrou em campo cansado. Moroso, lento para criar suas jogadas e com dificuldade para manter a posse de bola, sofreu com a alta rotação do Red Bull Bragantino. Desta maneira, o Massa Bruta soube aproveitar e explorou bem a bola alçada na área para abrir o placar. Aos três minutos, Aderlan cruzou da intermediária e achou Helinho livre nas costas de Tinga. O atacante se esticou todo e conseguiu bater cruzado para marcar.

Tentando se encontrar no jogo, o Leão do Pici ainda tinha muita dificuldade para encontrar espaços na defesa adversária. Vinha tocando a bola pela intermediária, recuando muitas vezes para os zagueiros e sofria com a pressão alta do Bragantino. Assim, ao recuperar a bola e sair para o jogo, o mandante ampliou. Aos 14, Helinho recebeu com espaço e cruzou à meia altura para o meio da área. Ytalo se antecipou a Benevenuto e desviou para o fundo das redes.

Mais confortável com a vantagem, o Bragantino deixou o Fortaleza com a posse de bola. O Leão do Pici tinha dificuldades para propor o jogo e vinha de maneira burocrática até os 30 minutos de jogo. Daí em diante, conseguiu retomar um pouco mais a sua intensidade característica e até chegou a incomodar. A melhor chance veio aos 35, com Ángelo Henríquez cabeceando e acertando a rede pelo lado de fora.

Leão tenta, toma o terceiro e é dominado

A volta do intervalo contou com um jogo mais faltoso. Travado, com as duas equipes se mostrando dispostas a atacar ,mas esbarrando num duelo mais duro. O Fortaleza teve a primeira chance no primeiro minuto, quando Lucas Lima cruzou e Pikachu apareceu na segunda trave para finalizar. Cleiton estava atento e espalmou para escanteio. Porém, com sua mesma dificuldade na transição defensiva, o Tricolor deu espaços e acabou sofrendo o terceiro gol. Uma ducha de água fria.

Helinho recebeu um belo lançamento pela esquerda, encarou Titi e foi derrubado pelo zagueiro em lance um pouco controverso, já que o ponta valorizou bastante a reação ao contato. Mas o pênalti foi marcado e Artur, aos 14 minutos, bateu no canto esquerdo de Boeck, que não alcançou. Grogue após o tento que tomou, o Fortaleza quase sofreu o quarto, quando Artur invadiu a área pela direita, tocou para o meio na saída de Boeck, mas Benevenuto afastou antes da chegada de Helinho.

Daí em diante, o Bragantino foi senhor do jogo. Dominou o Fortaleza, teve maior presença ofensiva e ainda poderia ter ampliado nos acréscimos. Aos 45, após boa jogada de Pedrinho, a bola sobrou na entrada da área para Jadsom Silva, que chutou forte e Boeck fez boa defesa. Fim de jogo numa partida ruim do Fortaleza, onde não conseguiu reagir ante o Massa Bruta.

Ficha do jogo

Red Bull Bragantino (3)

Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar; Jadsom Silva, Eric Ramires (Luciano) e Praxedes (Pedrinho); Artur, Helinho (Weverson) e Ytalo (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

Fortaleza (0)

Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Éderson (Ronald), Felipe (Matheus Jussa), Lucas Lima (Matheus Vargas) e Bruno Melo; Depietri (Edinho) e Ángelo Henríquez (Igor Torres). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP.

Árbitro: Rafael Traci (SC).

Assistentes: Alex dos Santos e  Johnny Barros de Oliveira (ambos SC).

Gols: Helinho, aos 3′ do 1ºT , Ytalo, aos 14′ do 1ºT, e Artur, aos 14′ do 2ºT (BRA).

Cartões amarelos: Praxedes, Cleiton e Jadsom Silva (BRA); Bruno Melo, Lucas Lima, Matheus Jussa e Depietri (FOR).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending