conecte-se conosco
Vitória venceu o Cruzeiro no Barradão Vitória venceu o Cruzeiro no Barradão

BASérie BÚltimasVitória

Barradão cheio e grande atuação: Vitória bate Cruzeiro e deixa momentaneamente Z4 da Série B

Publicados

em

Uma grande atuação, avassaladora no primeiro tempo. 3 a 0 com espaço para mais. Assim foi o Vitória numa decisão contra o Cruzeiro, vencendo e convencendo, contando com o apoio de mais de 18 mil torcedores no Barradão neste domingo (14). Resultado importantíssimo para mostrar que segue vivo e o pulso ainda pulsa – muito forte – para seguir na Segundona. Os gols da partida foram marcados por Thiago (contra) e David duas vezes. Restam duas rodadas para o fim do campeonato, e o Leão vai brigar até o fim.

Com o resultado, o Vitória chega a 40 pontos e sobe para a 16ª colocação, deixando momentaneamente a zona de rebaixamento da Série B. Agora passa a secar Brusque e Londrina, que jogam nesta segunda (15). O Cruzeiro fica no 11º lugar, com 46. O Leão volta a campo no dia 22 de novembro contra o CRB, às 18h, no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL. A Raposa joga na próxima sexta-feira (19) diante do Sampaio Corrêa, no Castelão, em São Luís-MA, às 21h30.

Confira a classificação da Série B

O pulso do Vitória pulsa muito forte

Uma decisão para o Vitória, onde o time encarou como tal. Desde o início pressionou, buscou jogo, postado com linhas altas de marcação, pressionando a saída de jogo do Cruzeiro e sendo agressivo como deveria. Logo aos dois minutos, Fabinho acertou um chutaço de fora da área no travessão. Na sequência da jogada, Roberto pegou a sobra pela esquerda e sofreu falta. Aos três, na cobrança para a área, o atacante Thiago desviou contra a própria meta e marcou contra, abrindo o placar para o Leão.

Mantendo um jogo bastante vertical, o Rubro-negro foi preciso e ampliou aos sete minutos. Após lançamento, Roberto vai até o fim, ganha de Norberto na corrida e cruza para trás, onde aparecia David escorando de frente para a meta. Um início arrasador do Vitória, com muita intensidade e precisão. A Raposa tentou responder, principalmente com chutes de fora da área. Tinha a posse de bola, mas a marcação bem postada do Leão fechava os espaços para finalização de dentro da área.

Aos 28 minutos, David quase ampliou num cruzamento de Marcinho. Ele fez tudo como manda o manual, testando firme, mas Fábio salvou o time celeste. Contudo, quando o atacante leonino teve outra oportunidade, guardou. Aos 34, David recebeu lançamento pelo meio, ganhou da defesa e tocou para Bruno Oliveira. O camisa 10 carregou pelo meio no contra-ataque e rolou na esquerda para o próprio David, que bateu cruzado e fez o terceiro. Uma grande atuação na primeira etapa da parte do Vitória, uma das melhores nesta Série B.

Ataque cria, mas não marca; Lucas Arcanjo se destaca

A segunda etapa foi bastante movimentada também, com as duas equipes se lançando ao ataque. Enquanto que o Vitória apostada nos contragolpes, o Cruzeiro tentava trabalhar mais a bola e finalizava bastante. Logo aos três, em cobrança de falta de Bruno Oliveira, Thalisson Kelven desviou e Fábio estava esperto para evitar o gol. Aos 22, Roberto recebeu pela esquerda, chutou cruzado e o goleiro celeste espalmou. No rebote, a bola esticou um pouco a mais e João Pedro não conseguiu escorar para a meta. Aos 23, foi a vez de Alisson Santos tentar e parar mais uma vez em Fábio.

Porém, aos 24, foi o Cruzeiro quem chegou com muito perigo. Em dois lances seguidos. Marcinho chutou cruzado, Lucas Arcanjo deu rebote para o meio e chegou Claudinho, de carrinho, mas o arqueiro rubro-negro fez uma grande defesa abafando o chute. Aos 31, Rhodolfo cabeceou no cantinho e o goleiro leonino defendeu novamente. Atento até o fim, o Vitória soube segurar o resultado e conseguiu garantir um grande resultado dentro de casa, recebendo o grito de “time de guerreiros” por parte dos mais de 18 mil torcedores presentes.

Ficha do jogo

Vitória (3)

Lucas Arcanjo; Raul Prata, Wallace, Thalisson Kelven e Roberto; João Pedro (Marco Antônio), Eduardo (Cedric) e Bruno Oliveira (Soares); Fabinho (Caíque Souza), Marcinho (Alisson Santos) e David. Técnico: Wagner Lopes.

Cruzeiro (0)

Fábio; Norberto (Marco Antônio), Rhodolfo, Eduardo Brock e Felipe Augusto (Jean); Lucas Ventura, Rômulo e Giovanni (Claudinho); Wellington Nem (Marcinho), Vitor Leque (Vitor Roque) e Thiago. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: Estádio Barradão, em Salvador-BA.

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence (ambos GO).

Gols: Thiago, contra, aos 3′ do 1ºT, e David, aos 7′ e 34′ do 1ºT (VIT).

Cartões amarelos: Wellington Nem e Marcinho (CRU).

Público: 18.063 pessoas.

Renda: R$ 242.556,00

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending