conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Ewerthon demonstra solidez defensiva e se firma como titular na lateral do Sport

Lateral está entre os melhores nos quesitos de defesa da equipe; veja

Publicados

em

O lateral-direito subiu para o profissional do Sport no ano passado muito bem referendado pelo poderio ofensivo, tendo inclusive atuado como atacante na base. Porém, ao disputar a segunda Série A pelo Rubro-negro em 2021, demonstrou solidez defensiva, superou as desconfianças que tinha na marcação e se firmou como titular do setor.

LEIA: Sport ganha força com torcida e Florentín exalta: ‘Sem eles dificilmente teríamos chances’

O prata da casa de 21 anos recebeu a primeira chance na equipe no início do segundo turno, diante do Grêmio, por conta da suspensão de Hayner. Desde então, entrou no time para não sair mais, com 14 partidas no campeonato.

De lá para cá, inclusive, apareceu bem em duelos individuais contra os principais atacantes do país, como Ferreirinha, Roger Guedes e Dudu, que deram ao lateral-direito relevantes números defensivos no time pernambucano.

Ewerthon lidera, por exemplo, ao lado de Sander, a lista da média de desarmes do Sport no Brasileirão, com 2.3 por partida. Em relação aos cortes, é o terceiro do time, com 2.6 por jogo, atrás apenas dos zagueiros Rafael Thyere (4) e Sabino (4.5). 

Por fim, no quesito interceptações, é o segundo do Rubro-negro com melhor média (1.3 por partida), atrás apenas de Sander, que possui 2.1. O levantamento é feito pelo portal Sofascore, especializado em estatísticas no futebol.

Esse crescimento defensivo ocorreu quando Ewerthon retornou do CSA, onde esteve durante pouco mais de dois meses por empréstimo neste ano. Ele foi em maio e retornou no fim de julho.

“Posso falar que sou mais maduro do que quando subi para o profissional, era um lateral que atacava muito. Não pensava muito em defender porque sempre fui atacante, não me importava em compor a linha de quatro. E quando voltei do time que fui emprestado, vi que estava precisando muito, fui muito criticado por não saber marcar, então foquei muito nessa parte e venho evoluindo”, disse o lateral.

“Tenho que agradecer ao professor por ter me dado moral, confiança, não só ele como meus companheiros. E estou muito feliz, sei que posso evoluir muito e vou evoluir muito porque estou confiante nisso, trabalhando para isso”, acrescentou.

Ofensivamente, inclusive, pode-se dizer que Ewerthon não tem deixado a desejar. O prata da casa, inclusive, tem uma assistência no campeonato, diante do América-MG, para Mikael.

Agora, Ewerthon continua preparação junto ao Rubro-negro para enfrentar o São Paulo, próximo adversário em busca do milagre da permanência. O confronto ocorre na noite deste sábado, no Morumbi, pela 35ª rodada do Brasileirão.

Números de Ewerthon no Brasileirão 

– Jogos: 14
– Gols: 0
– Assistências: 1 
– Desarmes: média de 2.3 por jogo (lidera quesito no time ao lado de Sander)
– Cortes: média de 2.6 por jogo (terceiro do time, atrás de Thyere e Sabino)
– Interceptações: média de 1.3 por jogo (segundo do time no quesito atrás de Sander

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending