conecte-se conosco
Estádio Barradão, do Vitória Estádio Barradão, do Vitória

BASérie BÚltimasVitória

Fechando 2021 em casa, Vitória tem segunda maior média de público e de renda na Série B

Divulgação/EC Vitória

Publicados

em

O Vitória encerra neste domingo a sua participação na Série B, no último jogo do Barradão nesta temporada. Recebendo o Vila Nova, o Leão tem um jogo que define se ele fica na Segundona ou cai para a Série C e, para essa rodada final, a expectativa é de boa presença da torcida, até porque o Rubro-Negro ostenta a segunda maior média de público do campeonato.

Com uma temporada que foi feita quase toda sem a presença da torcida, os estádios baianos reabriram as postas há menos de dois meses. Para o Vitória, desde então, foram apenas três jogos com a torcida nesta Série B.

O primeiro aconteceu em 23 de outubro, duas semanas após a abertura, com 2.054 pessoas presentes no 4 a 0 sobre o Brasil-RS. Depois, 8.291 torcedores assistiram a derrota por 1 a 0 para o CSA. No jogo mais recente, o 3 a 0 sobre o Cruzeiro, 16.991 pessoas estiveram presentes.

Com isso, o Leão tem uma média de 9.112 torcedores por jogo, atrás apenas do Coritiba, com 11.902. O Rubro-Negro, inclusive, liderava esse ranking até o domingo, quando o Coxa perdeu para o CSA com o segundo maior público do campeonato, acima de 32 mil torcedores.

Esse jogo do Vitória contra o Cruzeiro, inclusive, é o quinto maior público da Segunda Divisão desde a retomada das torcidas, atrás, apenas de dois mandos do Coritiba, um do Cruzeiro e um do Botafogo – todos bem acima dos 20 mil torcedores.

Quando falamos de renda líquida (receita dos ingressos descontada dos custos do jogo), a partida contra o Cruzeiro também tem a quinta melhor da Série B, com um saldo positivo de R$ 153.770,29.

O Vitória, por sua vez, também é o segundo melhor time nesse critério, com uma média de R$ 60.412,50 por jogo, ainda que apareça apenas no sétimo lugar quando contamos o total da renda líquida, uma vez que a equipe é a que teve menos jogos com público no campeonato.

Outro nordestino, inclusive, é destaque nesse quesito do “lucro acumulado”. O Sampaio Corrêa é o segundo melhor time, quando falamos na renda líquida total, com R$ 332.903,51 divididos ao longo de seis jogos no Castelão, perdendo por menos de R$ 8 mil para o Cruzeiro, que fez nove jogos em casa.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending