conecte-se conosco
Jordan, goleiro do Santa Cruz Jordan, goleiro do Santa Cruz

PESanta CruzÚltimas

Jordan desperta interesse do futebol português e pode não continuar no Santa Cruz em 2022

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Um dos poucos nomes que se salvou da temporada desastrosa do Santa Cruz em 2021 e que culminou no rebaixamento do clube à Série D, o goleiro Jordan, mesmo com contrato amarrado com o clube pernambucano até maio de 2022, pode não continuar no Arruda, segundo apurou o NE45. Inclusive, com confirmação a posteriori do empresário do jogador, Dalton Sakai. O arqueiro de 23 anos tem na mira dois clubes do futebol português, ainda não revelados, e vê na Europa seu “plano A” de carreira para o próximo ano. Pelo menos até o momento.

Isso porque o jogador também recebeu, recentemente, investidas – algumas, ainda que informais – de alguns clubes do Brasil, como foram os casos do Cuiabá e Atlético Goianiense. De acordo com o empresário, um clube grande de São Paulo também fez contato. De todo modo, segundo o agente, “a proposta por Jordan está sendo elaborada cuidadosamente para que todas as partes envolvidas fiquem satisfeitas”.

“Estou conversando com duas equipes de Portugal, mas ainda não posso revelar os nomes. Jordan tem contrato até maio, e já poderia assinar pré-contrato. Não fizemos isso ainda e não temos a intenção de fazer sem antes falar com o Santa. Mas tudo vai depender do que o clube interessado quer, se o clube quiser o Jordan para janeiro agora, é uma situação. Se o clube falar que quer só para a janela de verão aqui na Europa, é outra situação. Se o clube quiser agora e um dos clubes de Portugal sinalizou ser possível a contratação de imediato para janeiro, eu entendo que o Santa vai ter que receber uma compensação financeira ou percentual numa futura venda. Vamos ter que conversar”, explicou Dalton.

“Podemos dizer que sim, a Europa é nosso plano A, mas também me agradaria muito o Jordan permanecer no Brasil por mais um ano, jogando seja numa Série B ou Série A para ganhar minutagem, mais experiência, e assim também tendo uma valorização por um futura negociação na Europa. Eu entendo e vejo assim. Mas pelas conversas que tivemos, o destino dele deve ser a Europa mesmo”, acrescentou.

A destacar que Jordan, quando chegou ao Santa Cruz para integrar o time de transição, em 2019, veio livre do seu clube de origem, o Red Bull Brasil. Ou seja, caso o time pernambucano só venha a perdê-lo após o término de contrato, ao final de maio, não receberá nenhuma quantia pela transação. Há dois meses, a direção coral iniciou contato para renovação de vínculo com o goleiro, mas, até o momento, até pela cobiça do mercado, o negócio não andou.

Já na reta final da Série C, quando o Tricolor teve a queda para a Quarta Divisão consumada, o goleiro esteve na mira do rival tricolor, o Náutico, mas as negociações não andaram. Depois, o Timbu chegou a um acerto pelo retorno de Anderson.

Pelo Santa Cruz em 2021, Jordan consolidou-se como titular absoluto no gol, disputando 36 das 40 partidas do clube no ano.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending