conecte-se conosco
Náutico Sede Náutico Sede

NáuticoPEÚltimas

Ex-funcionário aciona Náutico na Justiça, cobra R$ 380 mil e diz que recebia ingressos como pagamento

Foto: Tiago Caldas/Náutico

Publicados

em

O ex-funcionário do Náutico Peter Gati ingressou com uma ação na Justiça do Trabalho, no dia 26 de outubro deste ano, cobrando um valor R$ 380 mil. O engenheiro agrônomo ficou no clube entre fevereiro de 2018 e abril de 2021 e foi responsável pelos gramados dos Aflitos e do CT Wilson Campos.

Na ação, em que a reportagem do NE45 teve acesso, Peter Gati informa que o salário era pago com atraso e que, para não passar necessidade, ele se via obrigado a pedir ingressos dos jogos à diretoria para vender e receber o dinheiro.

Além disso, apesar de ser Engenheiro Agrônomo, o ex-funcionário teve a carteira assinada como treinador de futebol. A remuneração era de R$ 3 mil, abaixo do piso salarial da área em que atuava de fato.

A ação ainda relata que, neste período, ele não recebeu o FGTS, 13º salário, não tirou férias e foi demitido sem justa causa no dia 22 de abril de 2021.

Na demissão, o clube fez um acordo para pagar R$ 19.894,00 de verbas rescisórias divididas em sete vezes de R$ 2.842,00. Porém, apenas duas parcelas foram pagas. Ele ainda denuncia na ação que a Carteira de Trabalho foi extraviada pelo clube.

Como a ação está no início, o Náutico ainda não apresentou a defesa.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending