conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Sport perde para o São Paulo e tem cenário quase irreversível no Z4 do Brasileirão

Rubro-negro precisar tirar sete pontos, mas tem só nove em disputa

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

O Sport teve uma boa postura e conseguiu criar oportunidades. Porém, no Morumbi, viu se repetir o roteiro de quase sempre: derrota. Na desta sexta-feira, o Rubro-negro acabou derrotado por 2 a 0, com gols de Calleri e Gabriel Sara, em duelo antecipado da 36ª rodada do Campeonato Brasileirão.

E agora?

Com o resultado, o Rubro-negro fica em situação praticamente irreversível contra a zona de rebaixamento. Isso porque precisa tirar uma diferença de sete pontos com apenas nove em disputa. Atualmente, o Sport é penúltimo com 33 pontos, enquanto o primeiro time fora da degola (Juventude) tem 40.

Na sequência do campeonato, o time pernambucano recebe o Flamengo, próxima sexta-feira, na Arena de Pernambuco.

O jogo

O primeiro tempo foi aberto e com oportunidades para os dois times, uma vez que ambos precisavam do resultado. Mas o Sport acabou inferior ao São Paulo.

Depois de suportar os primeiros 15 minutos de pressão dos donos da casa, que tomou a iniciativa e rondou a área, o Rubro-negro conseguiu sair um pouco mais e teve duas chances de abrir o placar, uma delas – a segunda – muito claro. E as duas em jogadas de Everton Felipe servindo Mikael.

Primeiro, aos 17, o meia partiu da esquerda para o centroavante e achou o centroavante entrelinhas, que bateu da meia-lua e a bola passou raspando. No lance seguinte, Everton Felipe deu cruzamento na pedida para Mikael, que ganhou de Miranda e cabeceou firme, no chão, mas parou em Tiago Volpi.

Após esses bons momentos, o time pernambucano caiu de rendimento – Hernanes e Gustavo tiveram atuações bem discretas – e por pouco não viu o São Paulo abrir o placar em jogadas aéreas em que Calleri e Gabriel Sara cabecearam muito bem, mas pararam em Mailson. Primeiro tempo terminou com 45% de posse de bola para o Leão e três finalizações (contra 12 do time paulista, mas só três na barra).

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Sport voltou assustando e quase marcou. Novamente em uma dobradinha entre os melhores do primeiro tempo, Everton Felipe deu enfiada para Mikael entre a zaga paulista e o centroavante encheu o pé de direita, obrigado Volpi a espalmar para escanteio.

Porém, na primeira investida do São Paulo, o Rubro-negro sucumbiu. Em falta frontal cruzada na área, a defesa leonina cochilou e deixou Calleri entrar sozinho na pequena área para completar para o fundo das redes. Leão em desvantagem.

Precisando, agora, reverter o resultado, o técnico Gustavo Florentín acionou Paulino Moccelin na vaga de Hernanes, que teve rendimento fraco. O Sport, entretanto, não melhorou muito. Teve luta, correria, novas mudanças, Everton Felipe bem e Mikael incomodando, mas pouco produziu.

No fim, o Rubro-negro foi para o tudo ou nada e tentou pressionar, mais na vontade do que na organização, mas parou na defesa paulista. E acabou sofrendo mais. Aos 35, a defesa leonina novamente cochilou e Sara completou cruzamento de Marquinhos para fazer 2 a 0 e dar números finais ao jogo. Derrota longe do Recife e rebaixamento praticamente encaminhado para a Série B.

Ficha

São Paulo

Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleada, Miranda, Reinaldo; Rodrigo Nestor, Igor Gomes, Gabriel Sara; Vitor Bueno (Benítez), Calleri (Marcus Vinicius) e Rigoni. Técnico: Rogério Ceni

Sport

Mailson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino, Sander; Marcão, Zé Welison, Hernanes (Moccelin), Gustavo (Luciano Juba) e Everton Felipe; Mikael. Técnico: Gustavo Florentín

Local: Morumbi, São Paulo
Gols: Calleri, Gabriel Sara (SÃO)
Cartões amarelos: Gustavo (SPO)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending