conecte-se conosco
OperárioxCRB OperárioxCRB

ALCRBSérie BÚltimas

CRB leva dois gols em 10 minutos, perde para o Operário e não consegue acesso

Foto: André Oito/OFEC

Publicados

em

Precisando vencer o Operário-PR e ainda contar com vitória ou empate do Sampaio Corrêa diante do Avaí, fora de casa, o CRB sequer fez sua parte e perdeu para o Fantasma por 2 a 1 no Germano Kruger, na tarde deste domingo, pelo duelo de despedida da Série B. O resultado representa uma ducha de água fria para o Galo de campina, que deixa mais uma vez a oportunidade de conquistar o acesso para a elite do futebol brasileiro. Com o revés, o CRB se despede da Série A em sétimo lugar, com 60 pontos conquistados.

Desatento e sem apetite, CRB sofre dois gols em 10′ e para de jogar

Desatento e sem apetite ofensivo, o CRB foi presa fácil para um já sem pretensões Operário-PR no Germano Kruger. Sem atacar o rival e errando muitos passes na hora da transição, o Fantasma se apoderou do jogo e, em 10 minutos, construiu a vantagem sobre o time alagoano. Primeiro, com Paulo Sérgio. Fabiano cruzou na medida na esquerda, o centroavante finalizou, a bola explodiu em Caetano e sobrou novamente para ele, que desta vez mandou para o fundo das redes. Após o gol, o CRB permaneceu acuado e o Operário-PR em cima, até que Felipe Garcia, minutos depois, aumentou a vantagem para o clube paranaense. Lucas Mendes cruzou e o atacante desviou de cabeça entre a defesa do Galo para marcar o 2 a 0. Na reta final, o CRB até tentou esboçar alguma reação – tinha a posse de bola, mas não a agressividade -, povoando mais o campo de defesa do Fantasma, e mesmo assim apenas chegou em apenas uma grande oportunidade de perigo, em finalização de Renan Bressan, de fora da área, mas defendida por Thiago Braga.

Volta em cima, diminui o placar, mas não consegue a virada

Diferentemente do primeiro tempo, o CRB foi mais agressivo. E quase diminuiu para os alagoanos logo aos cinco, chutando novamente de fora da área e a bola quase triscando a trave de Thiago Brava. Contudo, depois do lance, o Galo pouco fez e viu o Operário-PR parar na chance claríssima desperdiçada por Felipe Garcia, que recebeu boa bola enfiada e, cara a cara com Diego Silva, perdeu chance de liquidar o placar. Aos 40, em lance isolado, uma vez que não conseguia traduzir em superioridade efetiva no placar, o CRB diminuiu a vantagem. Marthã, que acabara de entrar, aproveitou batida de escanteio de Dudu e subiu para marcar o gol alagoano. Em nova chance, praticamente no minuto seguinte, Júnior Brandão invadiu a área do Fantasma, cruzou voltando, mas a bola bateu no joelho de Dudu e saiu pela linha de fundo.

Ficha do jogo

Operário-PR 2

Thiago Braga, Lucas Mendes, Reniê, Odivan e Gudes (Gustavo Lopes); Fabiano, Felipe Garcia (Giovani Felippi) e Leandro Vilela (Rafael Longuine); Paulo Sérgio (Schumacher), Rafael Chorão e Rodrigo Pimpão (Alex Silva). Técnico: Ricardo Catalã.

CRB 1

Diego Silva, Celsinho (Reginaldo), Frazan, Caetano e Romão; Claudinei (Marthã), Wesley (Júnior Brandão), Bressan (Jajá) e Diego Torres; Émerson e Pablo Dyego (Dudu). Técnico: Allan Aal.

Local: Germano Kruger
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva (DF) e José Reinaldo Junior (DF)
Gols: Paulo Sérgio, do Operário, aos 5′ do 1T; Felipe Garcia, do Operário, aos 10′ do 1T; Marthã, do CRB, aos 40′ do 2T
Cartões amarelos:
Leandro Vilela (O), Lucas Mendes (O)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending