conecte-se conosco

BABahiaÚltimas

Reforços, função e mais: novo gerente, João Paulo Sanches é apresentado no Bahia

Dirigente concedeu entrevista coletiva; leia principais trechos

Foto: Rafael Machado/ EC Bahia

Publicados

em

Anunciado como novo gerente de futebol do Bahia na semana passada, João Paulo Sanches colocou a mão na massa e começou a trabalhar oficialmente no Esquadrão na última segunda-feira. O dirigente, inclusive, já foi apresentado em entrevista coletiva, onde traçou visões e planos no clube. Confira, abaixo, os principais trechos abordados pelo dirigente do Tricolor.

Função no Bahia

“Se falarmos de gerência e mensurar como leitura de mercado, conhecimento de atletas, dia-a-dia, venho executando essa função entre idas e vindas desde 2012. São 11 ou 12 anos. Temos essa expectativa de poder fomentar isso para todos os clubes que passamos. A função não é novidade na minha carreira, se aproxima muito do que fiz nos últimos anos, tirando algumas oportunidades de dentro de campo que eu vinha executando como treinador. O que muda é a nomenclatura”.

Trabalho com a análise de desempenho

“Tenho por mim, pela experiência, nunca usar a primeira pessoa, o “eu”. Futebol é coletivo. Conhecemos toda a cultura do Bahia, que tudo se resolve no colegiado. Vamos usar todos os departamentos e vamos ter muito critério em todas as decisões, internas ou externas”.

Perfil das contratações no mercado

“Temos o entendimento do que é a nossa competição mais importante do ano, falando na Série B. Temos o entendimento do que é o DNA do Bahia. Precisamos trazer atletas que queiram estar aqui. O atleta precisa saber que representa uma instituição muito forte, muito grande. Com todo o respeito, o Bahia é maior que todos nós. Temos que estar aqui quem queira estar aqui. E dar sempre o máximo para o Bahia cada vez galgar os objetivos”.

Elenco do Bahia

“O futebol reserva muitas surpresas, nunca pode ser cravado como concreto. Nunca o hoje está certo e nunca o amanhã está bem direcionado ou bem pautado pelos dias anteriores. O que quero dizer com isso: toda troca, mudança, insegurança, não pode ser dita anteriormente. Temos que trabalhar o que temos internamente hoje, analisar cada dia, (mas) nunca estar acomodado com o que está acontecendo. As trocas no futebol são sempre constantes”.

Conhecimento do Bahia

“O Bahia é um clube de muita tradição. Falar do Bahia é muito fácil. Tem DNA de força, briga, luta, um clube sempre aguerrido, e esse é uma das mensagens que temos que passar. O torcedor tem que se mover de dentro do campo. Não adiantar pensar que a torcida tem que nos arrastar, mas nós devemos trazer a torcida junto conosco. Assim vamos nos fortalecer cada vez mais”.

Expectativa

“Não posso pautar o que aconteceu aqui antes no clube. Tenho que direcionar e fomentar situações positivas para termos sucesso daqui para frente. Minha expectativa é muito grande, muito confiante e feliz com o que venho encontrando. Com certeza vamos enfrentar de frente todos os nossos desafios”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending