conecte-se conosco

ALSérie BÚltimas

Há sete jogos invicto, CSA enfrenta Guarani de olho no G4

Publicados

em

Em franca recuperação e defendendo uma invencibilidade de sete partidas (quatro vitórias e três empates), o CSA tem na noite desta sexta-feira a chance de entrar, mesmo que de forma momentânea, no G4 da Série B. Para isso vai precisar derrotar o Guarani, em partida que começa às 19h15, no estádio Brinco de Ouro em Campinas. Com o resultado, o Azulão chegará aos mesmos 31 pontos do Juventude, atual 4º colocado, mas terá uma vitória a mais.

Nesse caso, para permanecer no G4, além de secar o próprio Juventude, que encara o CRB, em Caxias do Sul, no domingo, o clube alagoano precisará também torcer por tropeços da Ponte Preta, que enfrenta sábado o América, em Belo Horizonte, e do Sampaio Corrêa, que recebe o Vitória, em São Luís, no domingo.

Vai fazer falta

Artilheiro do time com seis gols, e líder de assistências, ao lado do lateral esquerdo Rafinha, com três, o atacante Paulo Sérgio é grande desfalque do CSA para a partida. O jogador sentiu dores na panturrilha e não viajou com a delegação para Campinas. Em seu lugar, o técnico Mozart Santos deve manter Pedro Lucas no comando do ataque.

Retornos

O volante Geovane e o atacante Allano cumpriram suspensão na vitória por 3 a 1 sobre o Náutico e com isso voltam a ficar à disposição da comissão técnica. Assim como o atacante Rone, que também não pode enfrentar o Timbu na última rodada.

Possível escalação

Matheus Mendes; Diego Renan, Cleberson, Luciano Castán e Rafinha; Marquinhos, Geovane e Yago (Nadson); Andrigo (Rone), Rodrigo Pimpão e Pedro Lucas.

Como foi o primeiro jogo

Ainda comandado pelo técnico Eduardo Baptista e com nove jogadores em poder atuar por terem sido diagnosticados com a Covid-19, o CSA iniciou na Série B com uma vitória sofrida sobre o Guarani por 1 a 0, gol do meia Geovane. Ao longo da partida, o time alagoano teve apenas 29% de posse de bola e contou com apenas nove finalizações, contra 21 do time paulista, que teve ainda 13 escanteios a favor, contra nenhum do Azulão.

Foto: Augusto Oliveira/CSA

Trending