conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza e Rogério Ceni voltam a se encontrar em momentos distintos

Com duas passagens, Ceni é maior treinador da história do Leão do Pici

Foto: Divulgação

Publicados

em

Um mês e meio após deixar o clube pela segunda vez, Fortaleza e Rogério Ceni voltam a se encontrar. Entretanto, desta vez, em lados opostos. Neste sábado, o Leão do Pici enfrenta o Flamengo, atual time do treinador, às 19h, no estádio Castelão, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Fortaleza

Rogério Ceni é o técnico mais vitorioso da história do Fortaleza, com quatro títulos em quase três anos: Série B de 2018, Copa do Nordeste de 2019 e Estaduais em 2019 e 2020. Além disso, mais da metade dos resultados à frente do Tricolor são vitórias. Em 153 jogos, venceu 81, empatou 33 e perdeu 39.

LEIA: Com Chamusca, Fortaleza tem aproveitamento de Z4 no Brasileiro

Os números expressivos, tanto de troféus quanto de aproveitamento (60%), são os pontos mais importantes da trajetória do treinador no time cearense, mas não os únicos. Fora de campo, o técnico promoveu mudanças estruturais e na metodologia de trabalho do clube. A reverência que possui entre os tricolores não é por acaso.

Ouça a mais recente edição Raiz do Podcast 45 Minutos, que debate as Séries A, B e C.

Não só as bandeiras são diferentes atualmente, aliás, mas também os momentos. Desde que o técnico saiu do clube, há oito jogos, o Fortaleza venceu apenas uma partida e perdeu quatro, totalizando um aproveitamento de 25% – era 11ª (com um jogo a menos) na Série A e hoje é 14º, com 28 pontos, apenas dois acima da zona de rebaixamento.

Já Rogério Ceni, no clube carioca, tem mais do que o dobro do aproveitamento: 55,5%, com quatro triunfos, três empates e duas derrotas em nove jogos. E enquanto o Leão do Pici não vence há quatro partidas, o treinador vem de três vitórias seguidas e é vice-líder da competição.

Ao falar da saída do Leão do Pici, Rogério Ceni afirmou que era algo ‘natural’ e que os torcedores do Tricolor iriam ‘compreender’ a escolha que fez. “Difícil recusar o Flamengo, pelo momento que vive, pelas competições que disputa, pelos atletas que tem, pela estrutura”, disse.

No ano passado, o treinador já havia deixado o Fortaleza. Na ocasião, aceitou convite do Cruzeiro, onde não conseguiu resultados e durou apenas 46 dias, até retornar ao Leão do Pici, que também não havia se dado bem na escolha por Zé Ricardo.

Rogério Ceni pelo Fortaleza

Jogos: 153
Vitórias: 81
Empates: 33
Derrotas: 39
Aproveitamento: 60%
Títulos: 4* (Série B de 2018, Nordestão de 2019, Cearenses de 2019 e 2020)

*Recorde no clube 

Em 2020 pelo Fortaleza

Jogos: 42
Vitórias: 21
Empates: 11
Derrotas: 10
Aproveitamento: 58.7%

Trending