conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Poucas opções e reação lenta no 2º tempo: Dado avalia estreia no Bahia

"O mais importante é buscar soluções para os problemas", apontou Dado Cavalcanti (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)

Publicados

em

A derrota para o Internacional por 2×1 neste domingo marcou a estreia de Dado Cavalcanti no comando técnico do Bahia. Jogo que o treinador avaliou reconhecendo erros cometidos pela equipe e limitações de peças para a primeira escalação, com diversos desfalques. Porém também apontou situações que encara como positivas, rechaçando um possível estado de apatia do Bahia em campo.

“Eu discordo de apatia, porque nosso início (de jogo) foi bom. Lembramos que tivemos a bola do jogo no início (com Rossi), e duas boas bolas antes de tomar o gol no primeiro tempo”, argumentou, antes de apontar outros fatores. “Roubamos mais bolas na frente, era uma das iniciativas, e escapamos em velocidade, mas infelizmente não fomos tão cirúrgicos nas finalizações, o que traria uma situação diferente no decorrer do jogo.”

“As opções foram bem limitadas (para o jogo). Acho que as trocas em campo surtiram o efeito que esperava, tivemos uma boa participação do meio, e entendo que fez a equipe crescer. Talvez não tendo proteção defensiva, mas ficamos vulneráveis quando saímos para o ataque”, completou o técnico.

Porém, Dado reconhece que o time não teve um bom reinício após o intervalo. “Lamentei um pouco o início nosso do segundo tempo. Sofremos uma pressão desnecessária, de um adversário de igual para igual. Acabou acontecendo um gol muito rápido mas o mais importante é buscar soluções para os problemas.”

E elogiou a ótima atuação de Douglas, fundamental para não sair com uma derrota mais expressiva da Fonte Nova. “O Douglas fez uma grande partida hoje, efetiva, e o que fizemos não foi o suficiente, mas foi um primeiro passe em cima de uma modificação de desenho e postura, para buscar o resultado o quanto antes. Porque acaba incomodando quando o resultado não vem. Precisamos primeiro voltar a vencer, para ter mais confiança e voltar para o campeonato”, projetou.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending