conecte-se conosco

AnalistasBABahiaCEFortalezaKauê DinizPESérie ASport

Sport é quem mais perdeu para o Z4 e os demais times da 2ª página; Bahia ‘lidera’ no NE

Publicados

em

Fama de ressuscitar defunto, ou seja, perder para times na zona do rebaixamento, ou ser o famoso Robin Wood, “tira dos grandes e dá para os pequenos”. Não importa o termo, é chato demais ser derrotado para a turma da rabeira da classificação. Mas vamos aos números para ver quem são aqueles que mais perdem pontos contra o Z4 e os demais clubes da segunda página da tabela da Série A, na qual coloco como sendo os dez que ainda brigam para escapar da degola. Diante de adversários do atual Z4, o Atlético-GO é quem tem o pior desempenho: 26,6%. No outro recorte, o Botafogo: 30,7%. Em ambos, um consenso. O Sport é o segundo pior, com 28,5% e 33,3%, respectivamente, e o que mais perdeu seus jogos nesses confrontos diretos.

  • 8 derrotas o Sport tem nos duelos com times da 2ª página
  • 5 derrotas o Sport somou contra o atual Z4
  • 28,5% de aproveitamento contra o Z4
  • 33,3% de aproveitamento diante dos times da 2ª página
  • 35,8% de aproveitamento total na Série A

Dos oito jogos possíveis diante de Vasco, Goiás, Botafogo e Coritiba, o Atlético-GO, 12º lugar, com 34 pontos, fez cinco e só venceu um, empatou outro e perdeu três. Tem chance de melhorar o desempenho e jogar o Sport para essa lanterna, já que o Rubro-negro pernambucano já fez sete partidas diante do Z4 atual. Duas vitórias e cinco derrotas. Falta pegar apenas o Botafogo no Rio. Dos 21 pontos disputados, o Leão somou seis. Desempenho de 28,5% bem inferior ao geral do clube nesta Série A: 35,8%. 

Entre esses dez times, o Sport é disparado o que mais foi derrotado por integrantes do atual Z4: 5×3 Atlético-GO. Os demais perderam, no máximo, uma partida. Aliás, também é o time com maior soma de derrotas nos confrontos entre os dez últimos colocados na tabela: oito. Os mais próximos têm cinco revezes. São eles: Bragantino, Goiás, Botafogo e Coritiba.

  • Atlético-GO: 26,6% (Z4= 1 vitória + 1 empate + 3 derrotas)
  • Sport: 28,5% (Z4= 2 vitórias + 5 derrotas)
  • Goiás: 33,3% (Z4= 3 empates)

Bahia é o que mais somou contra o Z4

Em contraponto, Bahia e Athetico-PR têm desempenhos invejáveis contra os times do Z4, com respectivamente, 88,8% de aproveitamento e 72,2%. Os baianos venceram cinco e empataram um. Os rubro-negros paranaenses venceram quatro, empataram uma e perderam outra. Por sinal, Bahia e Fortaleza, além do Goiás, foram os únicos a não perder para a turma do Z4 atual.

  • Bahia: 88,8% (5 vitórias – Coritiba e Botafogo, 2 vezes, e Vasco; 1 empate contra o Goiás )

Quando se passa a observar os jogos entre os dez últimos colocados, do Athetico-PR, 11º, com 34 pontos, ao Coritiba, último, como 21, o Botafogo é quem segura a lanterna. Somou 12 dos 39 pontos disputados: 30,7%.

O Sport está na cola com 33,3%, fruto de quatro vitórias, um empate e oito derrotas. Athetico-PR é o melhor entre todos esses dez, com 69,2% – oito vitórias, três empates e duas derrotas. O Furacão foi o que menos perdeu até agora nesses confrontos diretos, ao contrário do Leão pernambucano.

  • Botafogo: 30,7% (G10 final – 2 vitórias + 6 empates + 5 derrotas)
  • Sport: 33,3% (G10 final -4 vitórias + 1 empate + 8 derrotas)
  • Goiás: 35,8% (G10 final -3 vitórias + 5 empates + 5 derrotas)

CONFRONTOS DIRETOS

Nesta reta final de Série A, o Sport é o que menos enfrenta adversários do Z4, ou seja, que, teoricamente, pegaria times mais fracos, o que nem vem sendo benéfico para o clube. Resta somente um. Bahia e Atlético-GO têm três jogos, juntamente com Vasco e Goiás, que, inclusive, se cruzam.

Já entre aquelas do bloco dos dez últimos, das 11 partidas restantes, Vasco e Atlético-GO possuem sete delas diante dessa turma que foge do rebaixamento. Quem, teoricamente, terá um caminho mais árduo, pegando menos confrontos diretos desse pelotão, é o Bragantino, que faz apenas quatro dos 11.

Índice de aproveitamento diante do Z4:

  • Atlético-GO: 26,6% (1 vitória + 1 empate + 3 derrotas)
  • Sport: 28,5% (2 vitórias + 5 derrotas)
  • Goiás: 33,3% (3 empates)
  • Botafogo: 41,6% (1 vitória + 2 empates + 1 derrota)
  • Coritiba: 41,6% (1 vitória + 2 empates + 1 derrota)
  • Vasco: 44,4% (1 vitória + 1 empate + 1 derrota)
  • Bragantino: 50% (2 vitórias + 3 empates + 1 derrota)
  • Fortaleza: 55,5% (2 vitórias + 4 empates)
  • Athetico-PR: 72,2% (4 vitórias + 1 empate + 1 derrota)
  • Bahia: 88,8% (5 vitórias + 1 empate)

Índice de aproveitamento contra times da 2ª página:

  • Botafogo: 30,7% (2 vitórias + 6 empates + 5 derrotas)
  • Sport: 33,3% (4 vitórias + 1 empate + 8 derrotas)
  • Goiás: 35,8% (3 vitórias + 5 empates + 5 derrotas)
  • Coritiba: 41,0% (4 vitórias + 4 empates + 5 derrotas)
  • Fortaleza: 43,5% (4 vitórias + 5 empates + 4 derrotas)
  • Bragantino: 45,2% (5 vitórias + 5 empates + 5 derrotas)
  • Vasco: 45,4% (4 vitórias + 3 empates + 4 derrotas)
  • Atlético-GO: 48,4% (4 vitórias + 4 empates + 3 derrotas)
  • Bahia: 61,1% (7 vitórias + 1 empate + 4 derrotas)
  • Athetico-PR: 69,2% (8 vitórias + 3 empate + 2 derrotas)
Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending