conecte-se conosco
Artilheiros do Nordeste Artilheiros do Nordeste

BABahiaCECearáFortalezaLucas LiausuNáuticoPESanta CruzSportVitória

Quem foram os maiores artilheiros do Nordeste na década? Veja a lista

Publicados

em

Com o fim da década no dia 31 de dezembro de 2020, resolvi fazer uma lista compilando os principais artilheiros dos sete maiores clubes do futebol nordestino. Lista que passa por nomes que marcaram época na Região e já se aposentaram, como Dênis Marques, ou o interminável Magno Alves, que segue jogando aos 44 anos.

Para  começar, trago a lista dividida pelos sete clubes, apresentando os 10 maiores artilheiros de cada um deles entre 1º de janeiro de 2011 até 31 de dezembro de 2020. 

POR TIME

Bahia

  1. Gilberto – 55
  2. Edigar Junio – 44  
  3. Souza – 41  
  4. Kieza – 35
  5. Hernane – 31
  6. Fahel – 25
  7. Fernandão – 24
  8. Régis – 23
  9. Maxi Biancucchi – 19
  10. Elber- 18
  11. Júnior – 18
  12. Zé Rafael – 18

(*São 12 nomes por conta do empate triplo na última colocação)

Gilberto

Gilberto se achou como nunca no Bahia. Depois de se destacar no Santa (está na lista, mas com números mais modestos), rodou por Inter, São Paulo e Sport no Brasil e não se firmou. Em Salvador, encaixou como uma luva logo de cara e isso justifica os 55 gols em três temporadas. O melhor desempenho foi em 2019, com 29 bolas nas redes.

Ceará

  1. Magno Alves – 94
  2. Bill – 46  
  3. Mota – 44
  4. Ricardinho – 38
  5. Felipe Azevedo – 36  
  6. Arthur Cabral – 29
  7. Rafael Costa – 27
  8. Marcelo Nicácio – 24
  9. Vina – 18
  10. Elton – 16
  11. Leandro Carvalho – 16

(*são 11 nomes por conta do empate na última colocação)

Magno Alves é um absurdo! Essa foi a minha primeira reação quando fechei a lista do Ceará. São 94 gols (tem mais de 100 pelo Vozão se contar a primeira passagem) e uma liderança sem ninguém para chegar perto. O segundo lugar é Neto Baiano, com 64, 30 a menos que o Magnata. E essa marca foi construída já com ele veterano. Em 2011 passou pelo Recife para defender o Sport, mas não teve chances. Voltou para o Vozão e desembestou a fazer gol. E segue em atividade por aí…

Fortaleza

  1. Assisinho – 31
  2. Robert – 31
  3. Gustavo – 30
  4. Wellington Paulista – 27
  5. Bruno Melo – 26
  6. Jailson – 26
  7. Anselmo – 23
  8. Daniel Sobralense – 22
  9. Tinga – 17
  10. Osvaldo – 15
Robert e Assisinho

O Fortaleza tem os piores números da lista. Os 31 gols de Assisinho e Robert, por exemplo, os colocariam na quinta colocação na lista do rival Ceará. Os números baixos têm uma justificativa. O Leão do Pici passou muito tempo na Série C, com menos jogos disputados em relação aos demais rivais. A melhor temporada de Assisinho foi em 2013, quando fez 18 gols. Já Robert, fez 30 só em 2014.

Náutico

  1. Kieza – 52
  2. Rogério – 26
  3. Wallace Pernambucano – 23
  4. Elton – 18 
  5. Derley – 16
  6. Ronaldo Alves – 15
  7. Jean Carlos – 14
  8. Rony – 14
  9. Souza – 14
  10. Erick – 13

Kieza tem a maior folga em relação aos seus concorrentes. Tem o dobro de gols de Rogério, que aparece na segunda colocação. Foram nove gols marcados em 2020, mas nem deles o K9 precisaria para se configurar como o principal matador do Timbu na década passada. São três passagens pelos Aflitos, com a primeira, em 2011, sendo a melhor. Foram 27 gols só ali.

Santa Cruz

  1. Dênis Marques –  41
  2. Grafite – 34
  3. Pipico – 33
  4. Léo Gamalho – 32
  5. Keno – 21
  6. Bruno Moraes – 20
  7. Flávio Caça-Rato –  20
  8. Renatinho – 18
  9. Anderson Aquino – 13
  10. Gilberto – 13

O ótimo histórico do Santa Cruz com centroavantes artilheiros é coroado com Dênis Marques. Polêmico fora de campo, mas afiado com a bola nos pés. Cansou de dar alegrias para os torcedores do Santa e ficou cravado como um dos ídolos do Tricolor na década. Foram dois anos mágicos, com 27 gols em um e 14 no outro.  É o único dos sete times que tem os quatro primeiros lugares ocupados por centroavantes de ofício. Além de Dênis, Grafite, Pipico e Léo Gamalho completam os melhores lugares.

Sport 

  1. Diego Souza – 57
  2. André – 45
  3. Hernane – 36
  4. Marcos Aurélio – 32
  5. Marcelinho Paraíba – 31
  6. Felipe Azevedo – 30
  7. Rithely – 29
  8. Neto Baiano – 25
  9. Guilherme – 21
  10. Rogério – 21

Diego Souza não é ídolo da torcida do Sport à toa. Na prática, só conquistou um título (um pernambuquinho), mas fez muito mais do que levantar taças quando vestiu a camisa rubro-negra. Os 57 gols, espalhados em 173 jogos, renderam ao jogador algumas convocações para a seleção brasileira. É sempre bom lembrar que no Sport Diego não jogava como centroavante e sim como meia. Diego tem duas passagens pelo Sport, com quatro temporadas. A melhor foi a de 2017, com 21 gols marcados.

Vitória

  1. Neto Baiano – 64
  2. Dinei – 48
  3. Marquinhos – 40
  4. Neilton – 28
  5. Léo Ceará – 25
  6. Kieza – 25
  7. André Lima – 24
  8. Elton – 22
  9. Marinho – 21
  10. Escudero – 19

Neto Baiano teve três passagens pelo Leão a partir de 2011 e só confirmou a impressão deixada na primeira vez que esteve no Barradão. É um artilheiro nato. Por muitas vezes esteve nas listas de maiores artilheiros do Brasil. Em 2012, Neto fez 38 gols e deixou o clube em julho.

Alguns destaques:

  • Kieza e Elton são os únicos presentes na lista de três times. O primeiro está em Náutico, Bahia e Vitória, enquanto o segundo está em Náutico, Vitória e Ceará.
  • Cinco outros aparecem em duas listas. São eles: Hernane Brocador (Bahia e Sport), Felipe Azevedo (Ceará e Sport), Neto Baiano  (Sport e Vitória), Rogério (Náutico e Sport) e Gilberto (Bahia e Santa).
  • Onze jogadores já se aposentaram: Marcelinho Paraíba, Dênis Marques, Grafite, Flávio Caça-Rato, Renatinho, Robert, Jailson, Mota, Fahel e Escudero.
  • Temos quatro volantes na lista (Derley, Fahel, Rithely e Souza), dois laterais (Bruno Melo e Tinga) e um zagueiro (Ronaldo Alves).
  • Os sete times contam com jogadores na lista que fazem parte dos seus elencos atuais:
    • Bahia: Gilberto
    • Ceará: Vina, Ricardinho e Leandro Carvalho
    • Fortaleza: Wellington Paulista, Tinga, Osvaldo e Bruno Melo
    • Náutico: Kieza, Ronaldo Alves e Jean Carlos
    • Santa Cruz: Pipico  
    • Sport: Hernane Brocador
    • Vitória: Léo Ceará

Agora, duas listas consolidadas. A primeira é geral, com o comparativo dos números dos jogadores por clubes, onde Magno Alves lidera com folga. São 30 gols de diferença para Neto Baiano, que ocupa a segunda colocação.

POR JOGADOR

  1. Magno Alves (Ceará) – 94
  2. Neto Baiano (Vitória) – 64
  3. Diego Souza (Sport) – 57
  4. Gilberto (Bahia) – 55
  5. Kieza (Náutico) 52
  6. Dinei (Vitória) – 48
  7. Bill (Ceará) 46
  8. André (Sport) 45
  9. Edigar Junio (Bahia) – 44
  10. Mota (Ceará) 44
  11. Souza (Bahia) 41
  12. Dênis Marques (Santa Cruz) – 41
  13. Marquinhos (Vitória) 40
  14. Ricardinho (Ceará) 38
  15. Felipe Azevedo (Ceará) 36
  16. Hernane (Sport) 36
  17. Kieza (Bahia) 35
  18. Grafite (Santa Cruz) 34
  19. Pipico (Santa Cruz) – 33
  20. Léo Gamalho (Santa Cruz) – 32
  21. Marcos Aurélio (Sport) 32
  22. Hernane (Bahia) – 31
  23. Assisinho (Fortaleza) 31
  24. Robert (Fortaleza) – 31
  25. Marcelinho Paraíba (Sport) – 31
  26. Gustavo (Fortaleza) – 30
  27. Felipe Azevedo (Sport) – 30
  28. Arthur Cabral (Ceará) – 29
  29. Rithely (Sport) – 29
  30. Neilton (Vitória) – 28
  31. Rafael Costa (Ceará) – 27
  32. Wellington Paulista (Fortaleza) – 27
  33. Bruno Melo (Fortaleza) – 26
  34. Jailson (Fortaleza) – 26
  35. Rogério (Náutico) – 26
  36. Léo Ceará (Vitória) – 25
  37. Kieza (Vitória) – 25
  38. Fahel (Bahia) – 25
  39. Neto Baiano (Sport) – 25
  40. André Lima (Vitória) – 24
  41. Fernandão (Bahia) – 24
  42. Marcelo Nicácio (Ceará) – 24
  43. Régis (Bahia) – 23
  44. Anselmo (Fortaleza) – 23
  45. Wallace Pernambucano (Náutico) – 23
  46. Elton (Vitória) – 22
  47. Daniel Sobralense (Fortaleza) – 22
  48. Marinho (Vitória) – 21
  49. Keno (Santa Cruz) – 21
  50. Guilherme (Sport) – 21
  51. Rogério (Sport) – 21
  52. Bruno Moraes (Santa Cruz) – 20
  53. Flávio Caça-Rato (Santa Cruz) – 20
  54. Escudero (Vitória) – 19
  55. Maxi Biancucchi (Bahia) – 19
  56. Júnior (Bahia) – 18
  57. Zé Rafael (Bahia) – 18
  58. Elber (Bahia) 18
  59. Vina (Ceará) – 18
  60. Elton (Náutico) – 18
  61. Renatinho (Santa Cruz) – 18
  62. Tinga (Fortaleza) – 17
  63. Leandro Carvalho (Ceará) – 16
  64. Elton (Ceará) – 16
  65. Derley (Náutico) – 16
  66. Osvaldo (Fortaleza) – 15
  67. Ronaldo Alves (Náutico) – 15
  68. Rony (Náutico) – 14
  69. Souza (Náutico) – 14
  70. Jean Carlos (Náutico) – 14
  71. Erick (Náutico) – 13
  72. Anderson Aquino (Santa Cruz) – 13
  73. Gilberto (Santa Cruz) – 13

E a outra é um Top-10 consolidando os números de jogadores que passaram por mais de um clube. Nesse caso, por exemplo, Kieza passa a ser o líder por somar seus gols por Náutico, Vitória e Bahia. Além de Kieza, Neto Baiano, Gilberto, Hernane, Elton, Felipe Azevedo e Rogério melhoraram suas marcas. Só Magno Alves, Diego Souza e Dinei seguem com os números de um único clube. Abaixo deles, ninguém muda de posição consideravelmente a ponto de entrar no Top-10.

Top-10 com números somados

  1. Kieza – 113
  2. Magno Alves – 94
  3. Neto Baiano – 89
  4. Gilberto – 75
  5. Hernane –  67
  6. Elton- 67
  7. Felipe Azevedo – 66
  8. Rogério – 59
  9. Diego Souza – 57
  10. Dinei – 48
  • Kieza ganhou o gol solitário que marcou pelo Fortaleza em 2019
  • Gilberto ganhou os sete gols que marcou pelo Sport em 2012
  • Elton ganhou os 11 gols que marcou pelo Sport em 2019 e 2020
  • Rogério ganhou os 10 gols que marcou pelo Vitória em 2015 e os dois que fez pelo Bahia em 2019
Continue lendo
2 Comentários

2 Comments

  1. Jefferson

    8 de janeiro de 2021 a 20:55

    Kieza 112*

  2. Cleyton Fernande da silva

    11 de janeiro de 2021 a 17:15

    Excelente levantamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending