conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Sport pede à CBF anulação do jogo com Palmeiras e retirada do VAR

Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Publicados

em

Após questionar duramente os erros da arbitragem no jogo contra o Palmeiras, na última sexta-feira, a diretoria do Sport, que será representada pelo presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro de Carvalho, vai à CBF nesta terça-feira levar o assunto à entidade nacional. E entre as pautas está desde a abertura de todos os áudios do VAR – bem como sua exclusão nos jogos do time como mandante – , até a anulação da partida.

Quem detalhou as informações ao NE45 foi o diretor de futebol do Rubro-negro, Fred Domingos. Há pouco, o Leão publicou nota oficial reafirmando as providências a serem tomadas. Veja tópico, a tópico, os pedidos do Rubro-negro.

  1. Oferecer denúncia ao quadro de árbitros e do VAR, de acordo com o artigo 259 do CBJD;
  2. Requer a anulação da partida em razão do descumprimento das Regras e Disposições do IFAB, conforme fundamentação anexada ao pedido;
  3. Requer a não utilização de arbitragem de vídeo (VAR) nos jogos a serem disputados pelo Sport na Série A 2020;
  4. Requer perícia técnica de vídeo dos lances em questão, e áudio da comunicação entre árbitros de campo de do VAR, dando ciência ao clube de todo o conteúdo;

Apesar do cartola do Sport ter ventilado a possibilidade do clube pernambucano pedir o afastamento do presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Leonardo Gaciba, e sugerir a retirada dos jogadores de campo em caso de novos erros, em forma de protesto, a nota refutou o argumento.

“Em momento algum o Sport solicitou e/ou mencionou a retirada ou veto qualquer nome da Comissão Nacional de Arbitragem, como também nunca cogitou ou cogitará, qualquer ato de desobediência às regras do futebol, que deve ser jogado em campo, com honra e altivez, características natas aos que fizeram e fazem o Sport Club do Recife”, disse.

Entenda

Já no fim da partida contra o Palmeiras, que vencia por 1 a 0 na Ilha do Retiro, o Sport teve um pênalti marcado em campo, mas anulado após consulta no VAR. No lance, a zaga do Palmeiras afastou a bola, que bateu no braço de Rony, aberto, dentro da área.

Depois de cinco minutos entre a conversa com a cabine e a revisão, o juiz Dyorgines Jose Padovani de Andrade, do Espírito Santo, voltou atrás e desmarcou. Além deste lance, minutos atrás, ocorreu outro, com Hernane Brocador na área, sendo derrubado pela zaga palmeirense, mas nada foi feito.

Continue lendo
2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending