conecte-se conosco

BANáuticoPESérie BÚltimasVitória

Náutico e Vitória estão entre os piores visitantes da Série B

Foto: Caio Falcão/CNC

Publicados

em

Adversários na luta contra o rebaixamento, Náutico e Vitória possuem outro ponto em comum nesta Série B do Campeonato Brasileiro. Isso porque as duas equipes também estão entre os piores visitantes da competição, desempenho que preocupa nessa reta final de competição. 

O alvirrubro é o lanterna nesse quesito, com apenas 10 pontos somados longe dos Aflitos. Já o rubro-negro é o 18º, com 12 pontos fora do Barradão. O já rebaixado Oeste (11 pontos) e o virtual eliminado Botafogo-SP completam o “Z4” da classificação fora de casa.

OUÇA A EDIÇÃO ESPECIAL DO PODCAST 45 MINUTOS, QUE DEBATE OS NORDESTINOS NA RETA FINAL DA SÉRIE A.

Com a derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta, em Campinas, o Náutico chegou a dez jogos seguidos sem vencer como visitante nesta Série B, com oito derrotas e apenas dois empates. Esses já sob o comando do técnico Hélio dos Anjos, nos empates com Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, e Chapecoense, na Arena Condá. 

Das três rodadas que restam, o Timbu tem apenas mais um jogo fora de Pernambuco, contra o Cruzeiro, no próximo domingo, na Arena Independência. Nos Aflitos, o Náutico recebe o Oeste, na próxima quarta-feira, e o CSA, na última rodada. 

Caso vença os dois jogos em casa, o time pernambucano chega aos 45 pontos, margem que segundo o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais representam um risco de queda de apenas 2,2%. Porém, isso significa dizer, ao mesmo tempo, que a margem de erros nos jogos nos Aflitos passa a ser zero, caso o time não conte com os pontos em Belo Horizonte. 

Leão só venceu uma

Já a necessidade de pontos fora de casa do Vitória é ainda mais fundamental.  Isso porque dois dos três jogos que restam para o Leão são longe de Salvador. Na próxima quarta-feira, diante do Guarani, em Campinas, e na última rodada, diante do Brasil, em Pelotas. O único jogo que resta no Barradão será no dia 26, frente o Botafogo-SP. 

Isso significa que, com 39 pontos, se torna vital pelo menos um triunfo fora de casa nessa reta final. Algo que o Vitória só conseguiu uma vez em 17 partidas como visitante nessa Série B (4 a 1 sobre o Paraná, na 25ª rodada). Além desse jogo, o rubro-negro soma mais nove empates e sete derrotas fora de casa nessa Série B.

Ainda de acordo com a UFMG, o atual risco de queda do clube baiano é de 54,8%. Já para o Náutico, esse índice foi calculado em 27,4%.

Campanhas como visitante

Náutico – 10 pontos (20º colocado)
2 vitórias (Oeste e Guarani)
4 empates (Vitória, Paraná, Botafogo-SP e Chapecoense)
12 derrotas (Avaí, Brasil, Cuiabá, América-MG, CSA, Operário, Sampaio Corrêa, CRB, Juventude, Figueirense, Confiança e Ponte Preta)

Vitória – 12 pontos (18º colocado)
1 vitória (Paraná)
9 empates (Figueirense, Ponte Preta, CRB, Juventude, Operário, Chapecoense, Náutico, Cuiabá e Avaí)
7 derrotas (Confiança, Cruzeiro, Botafogo-SP, Sampaio Corrêa, Oeste, CSA e América-MG)

Risco de rebaixamento

Botafogo-SP – 94,5%
Paraná – 82,3%
Vitória – 54,8%
Figueirense – 40,9%
Náutico – 27,4%
*de acordo com o departamento de matemática da UFMG

*de acordo com o departamento de matemática da UFMG

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending