conecte-se conosco

CESérie DÚltimas

Floresta vence o Novorizontino e vai decidir título inédito da Série D

(Foto: Divulgação/Floresta)
Avatar

Publicados

em

Uma vitória maiúscula, pode-se dizer, para um clube que tenta grandes feitos. Depois de garantir o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, ao eliminar o América-RN, o Floresta derrubou mais um favorito na Série D neste sábado (23). O Verdão bateu o Novorizontino, clube que teve a melhor campanha entre os 64 times na primeira fase, e tirou a invencibilidade dos paulistas jogando em casa, no Jorge Ismael de Biasi. O 2 x 0 foi o suficiente para dar ao time cearense o direito de disputar a sua primeira decisão nacional, aguardando o classificado entre Altos e Mirassol – paulistas golearam o primeiro jogo por 4 x 0.

1º tempo pressionado

E o Floresta começou melhor fora de casa. Se lançando primeiro ao ataque. Já com 6 minutos, Thalisson teve a primeira chance em cruzamento que cabeceou bem, mas o goleiro foi buscar. O Novorizontino reagiu e começou a controlar mais a posse a partir dos 10 minutos e cercou, trabalhando mais pelo miolo da defesa cearense. Ainda assim, tinha dificuldade de entrar na grande área adversária, apostando em chutes de fora da área e jogadas aéreas. Léo Baiano arriscou bom chute de fora aos 29′, mas Douglas Dias defendeu no canto. Bruno Aguiar também quase abriu o placar de cabeça aos 34′, mas mandou por cima em escanteio cobrado na segunda trave.

2º tempo cirúrgico

Depois do intervalo, o Floresta repetiu a dose, apertando com uma sequência de escanteios logo no reinício. E aos 3′, Luís Soares, que havia acabado de entrar em campo cruzou duas vezes, e Flávio Torres escorou depois do primeiro desvio. O Floresta poderia ter facilitado ainda mais, se Thalison tivesse aproveitado a ótima chance que teve aos 9′. Sozinho num contra-ataque, o jogador teve todo o campo de ataque para conduzir ao seu ritmo, entrar na área e tocar no canto de Giovanni, mas o goleiro esperou a definição e salvou o segundo gol.

Quem não faz…

A pressão paulista cresceu a cada troca, se lançando mais ao ataque. E o empate se ofereceu para Guilherme Queiroz aos 36′. Livre na pequena área, de cara com Douglas Dias, Guilherme Queiroz perdeu um gol feito, depois de sair de cara com Douglas Dias. O atacante não conseguiu decidir como finalizar e mergulhou de peixinho mandando a bola para longe da meta. E com a pressão, o Novorizontino deixou a defesa desguarnecida. Bastava uma bola para o floresta matar, e ela veio aos 50′, com Núbio Flávio, que conduziu no contra-ataque e tocou na saída do goleiro. Vaga inédita e merecida para o Floresta.

Continue lendo
2 Comentários

2 Comments

  1. Avatar

    Curuense

    23 de janeiro de 2021 a 20:22

    Só uma correção: o Novorizontino teve a segunda melhor campanha da 1a. fase. A melhor foi do Brasiliense-DF.

  2. Pingback: Altos recebe Mirassol em busca de goleada por final nordestina na D - NE45

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending