conecte-se conosco

BABahiaPESérie ASportÚltimas

Sport domina segundo tempo, vence na Ilha e coloca Bahia no Z4 da Série A

Leão contou mais uma vez com a estrela de Thiago Neves; Tricolor fica a três pontos de sair da degola

Publicados

em

Deu Leão no clássico no nordestino. Após um primeiro tempo equilibrado, o Sport dominou a etapa complementar e venceu o Bahia por 2 a 0 na noite deste domingo, na Ilha do Retiro, pela 32ª rodada da Série A. Os gols do Leão foram marcados por Thiago Neves, de bicicleta, aos 27 minutos da etapa complementar, e por Maidana, aos 40.

VÍDEO: assista aos gols da vitória do Sport sobre o Bahia, com direito a bicicleta de Thiago Neves

E agora?

Com o resultado, o Leão deixou foi ao 14º lugar, com 35 pontos, e colocou o Esquadrão na zona de rebaixamento, com 32, três acima da degola. Na sequência do Brasileirão, o Sport volta a campo na segunda da próxima semana, diante do Flamengo, novamente na Ilha. Já o Bahia caiu para 17º e fica a três de pontos de deixar a zona de rebaixamento. O Esquadrão joga nesta quinta, contra o Corinthians, na Arena Fonte Nova.

Bahia começa melhor

Os primeiros 15 minutos de jogo foram do Bahia. Marcando alto, o Tricolor não deixou o Sport jogar e, ao roubar as bolas – seja no campo de ataque ou defesa -, saiu muito bem em velocidade. E assim surgiram ótimas chances da etapa inicial, com principalmente Thiago e, depois, Gilberto.

Primeiro, Matheus Jesus fez bom desarme e rapidamente acionou o prata da casa por trás da defesa do Leão, que entrou livre, na melhor oportunidade do jogo, mas tentou chapar na diagonal e finalizou mal demais. Em seguida, foi a vez de Gilberto, que recebeu bom cruzamento da esquerda, se antecipou à marcação e deu um peixinho, mas a bola passou raspando – foi um lance muito rápido.

Sport joga melhor, vence o Bahia lá e lô e chega ao 10º triunfo no Brasileirão

Sport ajusta defesa e melhora

Após um mal começo, o Leão reagiu. Primeiro, tratou de impedir o ímpeto do Tricolor, impedindo as escapadas, apelando para as faltas – aos 40 minutos do primeiro tempo, três jogadores já haviam sido amarelados, todos por falta no campo de ataque.

Para chegar na frente, recorreu às jogadas pelo lado direito, criando superioridade numérica no setor e conseguindo entrar na área. Assim, aos 18 e aos 24, com Thiago Neves e Dalberto, respectivamente, criou boas condições para finalizar, mas foi travado em cima da hora.

Últimos 15 minutos equilibrados

Na reta final do primeiro tempo, a partida ficou bem disputada e com os times em par de igualdade, mas, dessa vez, sem conseguir entrar na área. Assim, as melhores chegadas de cada lado foram, primeiro, com Gilberto, em bom chute de fora, defendido por Luan Polli, e depois com Patric, em contra-ataque, espalmado por Douglas. Empate justo pelo equilíbrio do primeiro tempo, mas que poderia ter havido gols.

Sport volta melhor para o segundo tempo

Para a etapa complementar, Jair Ventura acionou Ewerthon no lugar de Raul Prata, a fim de deixar o time mais ofensivo. E o Sport voltou melhor para a etapa complementar, conseguindo criar chances. A primeira delas foi um jogada característica do time, com Betinho lançando Patric por trás da defesa e o capitão servindo para o meio da área, mas a bola foi atrás de Thiago Neves, que estava livre para completar. Já o Esquadrão, acuado, não conseguiu sair ou segurar a bola na frente, com o meio de campo pouco inspirado.

Gols anulados do Sport

Em cima, o Sport teve dois gols anulados por impedimento, justamente marcados por Ewerthon, peça acionada por Jair Ventura no segundo tempo. Ambos, diga-se, bem anulados, com o segundo sendo milimétrico.

Leão se manda mais ainda para frente e Bahia segue mal

Com o tempo passando e na zona de rebaixamento, Jair Ventura deixou o Sport ainda mais ofensivo, colocando o meia Bruninho e tirando Betinho. Já do lado do Tricolor, Dado Cavalcanti sacou Gilberto, apagado, e acionou Gabriel Novaes, a fim de dar gás novo, tentando segurar um pouco mais mais a bola na frente e equilibrar as ações. No jogo de xadrez entre os técnicos, porém, melhor para o Rubro-negro.

Em cima, Sport marca – e um golaço

Indo com tudo para o ataque, o Sport Leão chegou ao gol em uma jogada que ilustra bem isso. Após cruzamento da esquerda – tinha cinco jogadores na área, dentre eles o zagueiro Maidana -, a bola passa por todo mundo, acha Patric na direita, que devolve para o meia da área, a bola desvia em Maidana e sobra para Thiago Neves, que acerta uma bicicleta, no canto, sem chances para Douglas, abrindo o placar.

Sport diminui ímpeto e Bahia equilibra

Em vantagem, o Leão reduziu a pressão e o Esquadrão conseguiu equilibrar mais o duelo, porém, ao sair para jogo e mesmo com as mexidas, assustou pouco Luan Polli, numa atuação bem apática na etapa complementar.

Na reta final, Leão amplia

Buscando administrar mais o jogo, já perto dos 40 minutos, o Sport conseguiu marcar o segundo. Em cruzamento de falta lateral, Dalberto cabeceou bem, Douglas espalmou e, no rebote, Maidana, livre, só empurrou para ampliar e dar números finais ao jogo.

Trending