conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Sport se segura no fim, bate Botafogo no Engenhão e deixa Z4 da Série A

Resultado colocou o Leão no 14º lugar, dois pontos acima da degola

Foto: Vítor Silva/ BFR

Publicados

em

Não foi uma atuação inspirada do Sport, principalmente no segundo tempo, mas, no fim, valeu os importantíssimos três pontos, apesar do sufoco na reta final. Com gol de pênalti de Maidana na etapa inicial, o Leão venceu o virtual rebaixado Botafogo, por 1 a 0, na noite desta sexta-feira, no estádio Engenhão, pela 34ª rodada da Série A.

E agora?

Com o resultado, o Rubro-negro deixou a zona de rebaixamento e foi ao 14º lugar, abrindo dois pontos da degola. Na sequência da Série A, o Sport enfrenta o líder Internacional, novamente fora de casa, nesta quarta-feira.

Sport quebra tabu, vence o Botafogo no Rio e abre vantagem sobre o Z4

Estatísticas

Posse de bola: Botafogo 65% x 35% Sport
Finalizações: Botafogo 25 x 10 Sport
Finalizações no gol: Botafogo 6 x 2 Sport
Passes certos: Botafogo 464 (86%) x 197 (74%) Sport
Faltas: Botafogo 11 x 19 Sport
Desarmes: Botafogo 24 x 18 Sport
Defesas do goleiro: Botafogo 1 x 5 Sport
Fonte: Sofascore

Primeiro tempo

No geral, não foi um bom primeiro tempo do Sport, com os piores momentos do time logo no início. Displicente, o Leão foi frouxo na marcação e não conseguiu reter a bola, sendo dominado pelo Botafogo nos 15 minutos iniciais, que forçou jogadas pelos lados e conseguiu levar perigo, principalmente em chute defendido em dois tempos por Luan Polli.

Sport consegue equilibrar o jogo

Depois do mau começo, o Leão foi, aos poucos, entrando no jogo. Conseguiu ter mais posse e diminuiu o ímpeto do Alvinegro – não que o Sport tenha feito grandes coisas, mas também em função da fragilidade do virtualmente rebaixado Botafogo, com vários garotos em campo.

Pênalti com VAR

Ronaldo a área do Botafogo e tentando assustar, o Sport chegou ao gol de pênalti – marcado após chamada do VAR. Marcão aproveitou rebote de fora da área e finalizou para o gol, mas a bola resvalou no braço do zagueiro do Botafogo. Na bola, Maidana converteu bem para abrir o placar.

Jogo esfria e fica muito disputado

Em vantagem, o Sport buscou administrar mais o jogo, ainda que tenha buscado o campo de ataque, mas sem o mesmo ímpeto de quando havia equilibrado a partida no 0 a 0. Sem a bola, sofreu pouco, novamente em função da vulnerabilidade do Botafogo do que da própria atuação coletiva, já que Patric, Betinho, Júnior Tavares e Marquinhos não tiveram boa jornada.

Jair mexe mal e traz o Botafogo para cima

Para a etapa complementar, Jair Ventura acionou Sander e Márcio Araújo no intervalo, para tentar ajustar a marcação. O Leão, contudo, não seguiu bem, sendo pressionado pelo Botafogo, que forçou e conseguiu chegar em jogadas laterais de cruzamento. Sorte do Sport, porém, que em três ocasiões o Alvinegro errou o alvo.

Além disso, com a saída de Betinho, o Rubro-negro perdeu a capacidade de segurar mais a bola no meio. Assim, o Leão trouxe o Botafogo ainda mais para cima, que passou a forçar lançamentos e cruzamentos laterais. Como resposta, Rafael Thyere foi acionando, formando um trio de zaga.

Sport segue acuado

Novamente, a mudança não surtiu efeito e o Sport seguiu acuado, pressionado, sem força para reagir. O Alvinegro, por sua vez, seguiu apostando em cruzamentos e, na reta final da segunda etapa, arriscou também em chutes de fora área, tentando aproveitar a forte chuva que caiu no Engenhão. Apesar do sufoco no fim, o Leão se segurou para conquistar a vitória.

Continue lendo
2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending