conecte-se conosco

ALCSAEstaduaisÚltimas

Com remanescentes, CSA inicia ano com cara nova e sem dois ídolos

Foto: Augusto Oliveira / CSA

Publicados

em

De olho na temporada 2021, o elenco do CSA se reapresentou nesta quarta-feira para o início da pré-temporada. Do elenco que terminou na 5ª colocação da Série B, oito jogadores estiveram presentes no CT Nelson Peixoto Feijó: o goleiro Thiago Rodrigues, o lateral-direito Norberto, os zagueiros Rodolfo Filemon e Lucas Dias, os volantes Geovane e Marquinhos, o meia Geovane e o atacante Rodrigo Pimpão. O técnico Mozart Santos também continua.

Com relação a novidades, o lateral-esquerdo Vitor Costa, de 26 anos, também iniciou os treinamentos. O jogador, que começou a carreira no Bahia, passou por Inter de Lages-SC, Avaí e fora do país defendeu o Arouca e o Desportivo Aves, ambos de Portugal, além do Lens-FRA, seu último clube.

Também foram integrados ao elenco profissional cinco atletas das categorias de base: os zagueiros Tito e Almir Luan, o lateral-esquerdo Danilo, o meia João Victor e o atacante Wallace.

Em 2021, o CSA disputará o Campeonato Alagoano, a Copa do Brasil, a Copa do Nordeste e a Série B do Campeonato Brasileiro. A estreia na temporada será no dia 27, contra o Treze, no Rei Pelé, pelo Nordestão.

Adeus, ídolos

Com relação a saídas, o clube confirmou a despedida do zagueiro Leandro Souza, no Azulão desde 2016 e não renovou contrato. Ao todo, o defensor, de 34 anos, atuou em 119 jogos pelo CSA e fez nove gols, participando da histórica ascensão da Série D até a Primeira Divisão do Brasileiro, em 2018.

O CSA agradeceu Leandro Souza em nota oficial

O Centro Sportivo Alagoano comunica o fim do ciclo com o atleta Leandro Souza. Leandrão, como é carinhosamente conhecido, chegou ao Azulão no inicio da gestão do Presidente Rafael Tenório e fez história com a camisa do Maior de Alagoas. Fez parte dos acessos da Série D até a Série A do Campeonato Brasileiro. Foi Campeão Brasileiro da Série C em 2017 e Bicampeão Alagoano nas temporadas 2018 e 2019.

Leandro está marcado na história do Azulão. Todos que compõe o clube agradecem sua entrega em todas as partidas que defendeu o nosso manto. Obrigado, Xerife!

Outro que também não seguirá no Azulão para 2021 é o lateral esquerdo Rafinha, que estava no clube desde o final de 2015. Ao todo foram 172 jogos e sete gols marcados com a camisa do time alagoano.

Trending