conecte-se conosco

CEÚltimas

Laudo aponta curto-circuito como causa do incêndio no Castelão

Foto: Reprodução
Avatar

Publicados

em

Um curto-circuito foi a provável causa do incêndio que atingiu a Arena Castelão no dia 30 de janeiro. Esse foi a conclusão do laudo divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria do Esporte e Juventude do estado do Ceará. O curto-circuito foi causado por uma uma falha elétrica em um aparelho de ar-condicionado, localizado no setor de imprensa do estádio.

A Superintendência de Obras Públicas vem realizando levantamento do material atingido para a realização da reforma e recuperação da cobertura, mediante licitação. Vidraças que circundam as paredes chegaram a quebrar na ocasião. O incêndio na área interna do Castelão foi controlado pelo Corpo de Bombeiros por volta das 12h30 e não houve feridos.

Por conta do incêndio a partida de ida da final da Série D entre Floresta e Mirassol foi transferido para o centro de treinamento do Ceará e a jogo entre Ceará e Athletico Paranaense, pela Série A, realizado no dia seguinte na Arena Castelão, foi antecipado para o período da tarde.

Após o incêndio, o estádio já recebeu mais dois outros jogos, já no período noturno, entre Fortaleza e Coritiba e Fortaleza e Vasco. Na segunda-feira, a Arena Castelão será palco para o duelo entre Ceará e Fluminense, às 18h.

Trending