conecte-se conosco

EstaduaisNáuticoPEÚltimas

Baixo número de jogos do Náutico em 2021 remete a anos em que clube foi campeão PE

Foto: Léo Lemos/Náutico
Avatar

Publicados

em

De fora da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste, o Náutico terá uma temporada bem enxuta em 2021, com as disputas apenas do Campeonato Pernambucano e da Série B do Campeonato Brasileiro. O que traduzindo em número de jogos significa dizer que o Timbu entrará em campo entre 48 e 51 vezes ao longo do ano. Baixa quantidade de partidas que, no entanto, carrega uma feliz coincidência para os alvirrubros. Isso porque desde 2004, última vez em que o clube disputou apenas o Estadual e o Brasileiro, nos dois anos em que registrou o menor número de jogos, o Náutico conquistou o título pernambucano. 

A começar pelo próprio ano de 2004. Naquela temporada os alvirrubros disputaram apenas 49 jogos, sendo 20 pelo Campeonato Pernambucano e outros 29 pela Série B. O título estadual veio com uma virada histórica sobre o Santa Cruz no Arruda, ao vencer por 3 a 0, após perder o jogo de ida, nos Aflitos, por 1 a 0. No Brasileiro, disputado em outro formato, o time de Gil Baiano, Marco Antônio, Kuki e Jorge Henrique, após ser segundo colocado na primeira fase (entre 24 clubes) acabou eliminado no quadrangular semifinal.

Outra temporada que registrou um número pequeno de partidas disputadas pelo Náutico foi 2018. Após rebaixamento à Série C e com uma nova diretoria (foi o primeiro ano de gestão do presidente Edno Melo), o Timbu montou um time modesto, mas sob a batuta do técnico Roberto Fernandes fez a melhor campanha do Estadual e levantou a taça, quebrando um jejum de 14 anos, ao bater o Central, na Arena de Pernambuco, por 2 a 1, no recorde de público do estádio em jogos de clube (42.352 torcedores). 

Naquele ano, o Náutico ainda disputaria a Copa do Nordeste (eliminado na 1ª fase), a Copa do Brasil (caiu na 3ª fase) e a Série C do Brasileiro, quando esbarrou no Bragantino nas quartas de final e não conseguiu o acesso. Eliminações que custaram o baixo número de 48 partidas na temporada, a menor quantidade de jogos de clube em uma única temporada neste século. E que não poderá ser superada em 2021. 

Isso porque, com as 38 partidas garantidas na Série B, o Náutico terá no mínimo os mesmos 48 compromissos no calendário (caso seja eliminado nas quartas do Pernambucano) ou 51 (caso chegue à decisão do estadual).

Quantidade de jogos do Náutico neste século

2001 – 77 jogos (31 estadual + 28 Série B + 2 Copa do Brasil + 16 Copa do Nordeste)
2002 – 69 jogos (20 estadual + 25 Série B + 4 Copa do Brasil + 17 Copa do Nordeste + 3 Copa dos Campeões)
2003 – 61 jogos (26 estadual + 29 Série B + 6 Copa do Brasil
2004 – 49 jogos (20 estadual + 29 Série B)
2005
– 55 jogos (18 estadual + 33 Série B + 4 Copa do Brasil)
2006 – 62 jogos (18 estadual + 38 Série B + 6 Copa do Brasil)
2007 – 64 jogos (18 estadual + 38 Série A + 8 Copa do Brasil)
2008 – 65 jogos (22 estadual + 38 Série A + 5 Copa do Brasil)
2009 – 66 jogos (22 estadual + 28 Série A + 6 Copa do Brasil)
2010 – 82 jogos (26 estadual + 38 Série B + 4 Copa do Brasil + 14 Copa do Nordeste)
2011 – 67 jogos (24 estadual + 38 Série B + 5 Copa do Brasil)
2012 – 65 jogos (24 estadual + 38 Série B + 3 Copa do Brasil)
2013 – 65 jogos (23 estadual + 38 Série A + 2 Copa do Brasil + 2 Sul-Americana)
2014 – 62 jogos (14 estadual + 38 Série B + 4 Copa do Brasil + 6 Copa do Nordeste)
2015 – 59 jogos (10 estadual + 38 Série B + 5 Copa do Brasil + 6 Copa do Nordeste)
2016 – 54 jogos (14 estadual + 38 Série B + 2 Copa do Brasil)
2017 – 61 jogos (14 estadual + 38 Série B + 1 Copa do Brasil + 8 Copa do Nordeste)
2018 – 48 jogos (14 estadual + 20 Série C + 6 Copa do Brasil + 8 Copa do Nordeste)
2019 – 51 jogos (13 estadual + 24 Série C + 2 Copa do Brasil + 12 Copa do Nordeste)
2020 – 59 jogos (11 estadual + 38 Série B + 2 Copa do Brasil + 8 Copa do Nordeste)
*2021 – Pior hipótese 48 jogos (10 estadual + 38 Série B)
           – Melhor hipótese 51 jogos (13 estadual + 38 Série B)

Trending