conecte-se conosco

BABahiaCopa do NordestePBÚltimas

Botafogo-PB joga bem, mas Bahia arranca empate em Pituaçu

Dentro das propostas, o Belo foi melhor, mas o Esquadrão não desistiu e marcou no fim

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Publicados

em

Na noite deste sábado em Pituação, o Bahia não jogou bem, mas arrancou o empate com o Botafogo-PB, que conseguiu executar bem a estratégia de segurar o Esquadrão. O Belo saiu na frente aos 15 minutos do primeiro tempo com Willian Machado, enquanto o Tricolor deixou tudo igual nos acréscimos da etapa complementar, com Patrick de Lucca, fazendo 1 a 1. O duelo, aliás, foi válido pela segunda rodada da Copa do Nordeste.

E agora?

Com o resultado, o Esquadrão caiu para a vice-liderança do grupo A, com quatro pontos, enquanto o Belo ficou na 4ª posição do grupo B. Na sequência do Regional, o Bahia faz clássico com o Vitória, no Barradão, no próximo sábado, enquanto o Botafogo recebe o Sampaio Corrêa, no mesmo dia.

O jogo

Em casa, o Bahia tentou dominar as ações e ir para cima, enquanto o Botafogo-PB adotou uma postura mais precavida no início do jogo para frear o ímpeto dos mandantes. E dentro dessa postura, porém, o Esquadrão não esteve tão inspirado e chegou apenas uma vez durante todo o primeiro tempo: aos 11, com Gabriel Novaes, que desperdiçou chance aos dez minutos após bom passe de Ramon.

Belo é superior na ideia de jogo

O que mostra que o Botafogo-PB cumpriu bem o papel de anular as ações do Bahia. Mas não só. Em um primeiro tempo morno, o time paraibano aproveitou a bola parada para abrir o placar. Aos 15, após escanteio cobrado com veneno por Marcos Aurélio, o zagueiro Willian Machado completou meio sem querer na pequena área.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o jogo seguiu na mesma tônica: em desvantagem, o Esquadrão seguiu tendo mais posse de bola, enquanto o Belo posicionou-se de forma defensiva. Apesar dessas posturas, foi o Botafogo-PB que esteve mais perto de marcar. Quer dizer, o time paraibano até marcou, mas o gol foi anulado.

Botafogo-PB é mais perigoso

Aos dois minutos, Marcos Aurélio arriscou finalização, a bola foi bloqueada e sobrou para Rafael Oliveira, que estufou as redes, mas estava em posição de impedimento. Aos 21 minutos, novamente o centroavante voltou a assustar em chute cruzado da grande área, mas a bola foi defendida por Douglas.

Bahia não cresce, mas marca

Com a bola, por sua vez, o Bahia foi bem pouco inspirado. Rondou a área, tentou pelos lados, fez trocas, mas faltou criatividade, em uma atuação discreta de Rodriguinho, jogador mais lúcido da equipe. Porém, na base do abafa, nos acréscimos, o Tricolor chegou ao empate: Nino Paraíba fez cruzamento preciso para Patrick de Lucca, livre, em um cochilo da defesa paraibana, deixar tudo igual.

Ficha

Bahia

Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho, Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Ramon (Thiago), Patrick de Lucca, Daniel (João Pedro), Rodriguinho; Gabriel Novaes (Marco Antônio) e Rossi (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti

Botafogo-PB

Felipe; Rodrigo Ramos (Kaio Wilker), Willian Machado, Samuel, Tsunami; Rogério, Pablo, Juninho, Marcos Aurélio (Bruno Menezes); Welton (Lucas Gabriel) e Rafael Oliveira (Ramon Tanque). Técnico: Marcelo Villar

Gols: Willian Machado (BOT) e Patrick de Lucca (BAH)
Cartões amarelos: Nino Paraíba, Juninho (BAH); Rogério, Rodrigo Ramos, Ramon e Pablo (BOT)

Trending