conecte-se conosco

Copa do BrasilPEÚltimas

Retrô joga bem, empata no fim, mas perde nos pênaltis e é eliminado pelo Corinthians

Avatar

Publicados

em

A história nem sempre é construída com vitórias. Há derrotas que marcam, ensinam e deixam um recado. Foi assim para o Retrô na noite desta sexta-feira (26), diante do Corinthians, pela segunda fase da Copa do Brasil. A Fênix foi melhor nos 90 minutos e mostrou o seu DNA. Após sair atrás do placar com gol de Otero, buscou o empate e ficou no 1×1 no tempo normal. Nos pênaltis, Gelson perdeu a primeira cobrança e, no final, o Alvinegro levou a melhor ao vencer por 5×4 para avançar de fase.

O Retrô se apresentou ao Brasil, exibiu o seu potencial, mas foi eliminado na segunda fase em sua estreia na competição nacional. Voltando ao foco para o Campeonato Pernambucano, a equipe enfrentará o Central, no dia 4 de abril, às 16h, no Lacerdão. O Corinthians aguardará o sorteio para conhecer o adversário na terceira fase da Copa do Brasil. 

Para lamentar

A recente história do Retrô ganhou um fantasma em Saquarema. Por algum tempo será lembrado o momento em que Gelson recebeu na área, saiu na frente de Cássio e chutou por cima do gol. Uma finalização ruim em um lance bonito e trabalhado que poderia ter mudado a história da partida. A bola puniu na sequência e o castigo foi imediato. Aos 18 minutos, o Corinthians teve uma falta na entrada da área para cobrar. Otero mandou com categoria no ângulo de Jean e abriu o placar. Para a lamentação dos pernambucanos.

Sem se abater

Apesar da desvantagem, a Fênix não se abateu. Manteve o seu estilo de jogo e, se aproveitando da postura do time paulista, avançou as linhas, ganhou campo e manteve a posse de bola no setor ofensivo. Contudo, a equipe teve dificuldades para concluir as jogadas. Faltaram finalizações para ficar mais próximo do empate.

Empate na bola parada

Assim como no primeiro tempo, o problema do Retrô foi não conseguir finalizar. O time pernambucano apertou, forçou e teve velocidade no campo de ataque, mas não acertou o gol. Faltou chutar mais e se arriscar. O Corinthians, com as substituições, equilibrou a partida, voltou a criar chances, mas também com baixo aproveitamento. Quando a Fênix já sentia o cansaço físico, usou bola parada para chegar ao empate de forma heroica. Aos 38 minutos, após cobrança de escanteio, Mayco Félix se antecipou e cabeceou para deixar tudo igual. O gol no final da partida levou a decisão à terceira fase para os pênaltis.

Um pênalti perdido e a eliminação

Nos pênaltis, o Retrô ficou no quase. Fábio Santos abriu o placar para o Corinthians e Gelson perdeu para os pernambucanos. Na sequência, todos acertaram: Neilson, Guilherme e Thallyson para a Fênix; Jô, Léo Natel, Ramiro e Fágner para o time paulista. O lateral-direito mandou a última cobrança para o fundo das redes e confirmou a classificação com a vitória por 5×3.

Ficha do jogo

Corinthians 1 (5)
Cássio; Fágner, Gil, Jemerson e Fábio Santos; Gabriel, Otero (Lucas Pitón) e Cazares (Ramiro); Gustavo Silva, Rodrigo Varanda (Léo Natel) e Jô. Técnico: Vagner Mancini.

Retrô 1 (3)
Jean; Neilson, Del’Amore, André Baumer e Guilherme; Lucas Gonçalves, Gelson e Kauê (Thallyson); Braga, Janderson e Mayco Félix. Técnico: Nilson Corrêa.

Local: Estádio Elcyr Resende, em Saquarema-RJ. Gols: Otero (Corinthians), aos 18 do 1ºT; Mayco Félix (Retrô), aos 37 do 2ºT. Cartões amarelos: Fagner, Léo Natel, Ramiro e Rodrigo Varanda (Corinthians); Lucas Gonçalves, Jean e André Baumer (Retrô).

Foto: Agência Corinthians

Trending