conecte-se conosco

ALCECearáCopa do NordesteCSAÚltimas

Com gols de Mendoza e Vizeu, Ceará vence o CSA e segue invicto

Avatar

Publicados

em

O Ceará manteve a invencibilidade na Copa do Nordeste e chegou ao 18º jogo sem derrotas – sendo seis em 2021 e 12 em 2020. Na noite desta quarta-feira (30), o Vozão dominou o primeiro tempo, marcou a saída de bola e venceu o CSA por 2×0 com gols de Mendoza e Felipe Vizeu, um em cada etapa. O Azulão tentou reagir no segundo tempo, mas teve problemas desde o início da partida e não conseguiu chegar ao empate.

Sem perder na competição, o Alvinegro já se aproxima da classificação para as quartas de final. A equipe está no 3º lugar com dez pontos faltando duas rodadas para o final da primeira fase e com três pontos a mais que o 5º colocado (Confiança). Na próxima rodada, o adversário será o Sport, sábado (3), às 16h, na Ilha do Retiro.

Já o resultado para o CSA significou a primeira derrota na Copa do Nordeste. O Azulão ficou na 2ª posição com nove pontos e, também no sábado (3), mas às 18h15, receberá o 4 de julho, no Rei Pelé.

Confira a classificação da Copa do Nordeste

Bruxa solta no CSA

O técnico Mozart já não contava antes da partida com Norberto, machucado, Gabriel, suspenso. E com dez minutos de partida foi obrigado a fazer duas mudanas. Primeiro, Cristovam, que já substituía Norberto, se machucou e foi substituído por Marquinhos para atuar improvisado na direita. Em seguida, o goleiro Thiago Rodrigues se chocou com Mendoza, recebeu atendimento médico, mas não teve condições de continuar na partida e foi substituído por Darley.

Ofensividade do Vozão

Quando a bola de fato, rolou, o Ceará teve o seu melhor início de jogo nesta Copa do Nordeste. Marcou sob pressão e, assim, saiu na frente do placar. O Azulão saiu com a bola errada ainda no meio-campo e o time cearense avançou. Mendoza recebeu com liberdade e da intermediária chutou forte no canto direito de Darley para abrir o placar.

Com a vantagem no placar, o Vozão recuou as linhas e deixou a bola com o time alagoano. Correu riscos e viu o adversário rondar a área, mas com pouca efetividade. Vale ressaltar também graças ao bom desempenho da dupla de zaga do Alvinegro formada por Luiz Otávio e Messias. Na reta final, Vina teve a chance de ampliar em um chute de fora da área, mas a bola desviou e saiu pela linha de fundo.

CSA tenta, mas Ceará mata no final

A equipe do técnico Mozart ignorou os problemas e as improvisações no segundo tempo para buscar o empate. Com organização tática e coragem, tentou o empate e chegou próximo com Marco Túlio, que acertou a trave. Mas, ao final, o Azulão não conseguiu superar a bem postada marcação dos cearenses.

O Alvinegro recuou de forma estratégica para matar a partida nos últimos minutos. Aos 42, Felipe Vizeu, que havia acabado de entrar, recebeu livre na área e só teve o trabalho de escolher o canto para marcar o segundo gol. Logo em seguida, Rick, também com poucos minutos em campo, ainda foi expulso. Mas foi o último grande acontecimento do duelo.

Ficha do jogo

Ceará 2
Richard; Gabriel Dias (Eduardo), Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles (Pedro Naressi), Oliveira e Vina (Rick); Mendoza, Saulo Mineiro (Felipe Vizeu) e Cléber (Marlon). Técnico: Guto Ferreira.

CSA 0
Thiago Rodrigues (Darley); Cristovam (Marquinhos), Rodolfo Filemon, Lucão e Vitor Costa (Tito); Geovane (Ítalo), Silas e Rodrigo Pimpão; Marco Túlio (Silvinho), Iury e Dellatorre. Técnico: Mozart.

Local: Arena Castelão, em Fortaleza. Gols: Mendoza (Ceará), aos 18 do 1ºT; Felipe Vizeu (Ceará), aos 42 do 2ºT. Cartões amarelos: Bruno Pacheco, Saulo Mineiro e Richard (Ceará); Marco Túlio e Marquinhos (CSA). Cartão vermelho: Rick (Ceará)

Foto: Felipe Santos / Ceará SC

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending