conecte-se conosco

EstaduaisParaibanoPBÚltimas

Botafogo-PB vence o Treze e vira líder do Campeonato Paraibano

Belo é líder e segue 100% no Estadual; Galo pode perder posições

Foto: Guilherme Drovas/ Botafogo-PB

Publicados

em

No segundo Clássico Tradição da temporada, dessa vez deu Botafogo-PB. Jogando no estádio Amigão, o Belo foi superior em campo e venceu o Treze por 2 a 0, pela segunda rodada do Campeonato Paraibano. No primeiro duelo do ano, válido pela Copa do Nordeste, o Galo havia vencido por 1 a 0 (as duas equipes, no entanto, foram eliminadas na primeira fase do Regional).

E agora?

Com o resultado (os gols da vitória foram marcados pelos meias Juninho e Marcos Aurélio), o Alvinegro da Estrela Vermelha mantém os 100% de aproveitamento no estadual, com seis pontos, em dois jogos. Já o Treze, que havia goleado o Atlético de Cajazeiras na estreia por 4 a 0, vem em seguida, com três pontos e pode ser ultrapassado com o complemento da rodada. Na sequência do Estadual, o Belo visita o Perilima, enquanto o Treze também joga fora de casa, contra o São Paulo Crystal.

O jogo

O primeiro tempo começou equilibrado, com o Botafogo-PB tentando construir e o Galo marcando bem. Assim, ficou muito brigado, até com erros em excesso, concentrado no meio. E só destravou a partir de uma maior aproximação entre Juninho e, principalmente, Marcos Aurélio e Clayton. Assim saiu o primeiro gol.

Aos 30 minutos, Clayton tentou entrar na defesa Trezeana em jogada individual, mas foi travado por Darlan e a bola sobrou limpa para Juninho, que finalizou da entrada da área, forte, no canto, sem chances para Jeferson.

Em vantagem, o Belo diminuiu um pouco o ritmo em busca do gol e buscou administrar mais o jogo, enquanto o Treze demonstrou dificuldades com a bola, sem conseguir construir – Birungueta foi bem marcado.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Galo voltou mais aceso. Ou, melhor, mais atirado para o ataque. Porém, cometeu erros e seguiu sem conseguir assustar. Por conseguinte, deu espaço para o Belo, que postou-se mais atrás em busca de contra-ataques.

Entretanto, foi em um chute de fora da área que o Botafogo-PB ampliou. Em jogada de Clayton para Marcos Aurélio – que andava discreto no segundo tempo -, o camisa 10 finalizou da meia-lua e a bola desviou antes de entrar e fazer o 2 a 0, aos 30 minutos.

Na reta final do jogo, o Treze seguiu tentando, mas foi pouco inspirado ofensivamente – durante todo o jogo, alipas – e o Belo se defendeu bem para segurar a vitória e manter os 100% no Paraibano.

Ficha

Botafogo-PB 2

Felipe; Rodrigo Ramos, Willian Machado, Samuel, Lucas Gabriel (Tsunami); Bruno Menezes, Pablo, Marcos Aurélio (Kaio Wilker), Clayton (Ramon Tanque) e Juninho (Lagoa); Welton (Roniel). Técnico: Gerson Gusmão.

Treze 0

Jeferson; Júlio Ferrari (Sony Anderson), Marlon, Rômulo, Wellington Carioca (Bruce); Darlan, Régis Potiguar (Romeu) e Kleiton Domingues (Ancelmo); Birungueta, João Leonardo e Jairinho (Rogerinho). Técnico: Marcelinho Paraíba.

Gols: Juninho e Marcos Aurélio (BOT)

Trending