conecte-se conosco

BABahiaCECopa do NordesteFortalezaÚltimas

Matheus Teixeira defende dois pênaltis e classifica o Bahia para a final do Nordestão

Avatar

Publicados

em

O destino reservou para o Bahia um roteiro inesperado para formar um herói improvável na classificação para a Copa do Nordeste contra o Fortaleza, neste sábado (24), no Castelão. Na véspera do jogo, o Tricolor baiano perdeu o goleiro Douglas que testou positivo para a Covid-19. O substituto foi o jovem Matheus Teixeira, que em apenas no seu sexto jogo como profissional já levou o Esquadrão para a final da competição. Na disputa de pênaltis, após um 0x0 com poucas emoções, o arqueiro defendeu duas cobranças e o Bahia venceu por 4×2.

Com o dramático triunfo, o clube baiano avançou para mais uma final da Copa do Nordeste e pelo segundo ano consecutivo enfrentará o Ceará, com datas e horários a serem definidos. Antes, porém, terá pela frente o Guabirá, terça-feira (27), às 19h15, em Pituaçu, pela Sul-Americana. Já o Fortaleza terá apenas o Campeonato Cearense até a Série A e aguarda a definição do dia do próximo jogo pelo Estadual.

Nos pênaltis, Bahia elimina o Fortaleza e avança pela 9ª vez à final do Nordestão

Chances nos pés de Rossi

Pelo caráter decisivo da partida, as duas equipes entraram em campo tensas e o duelo foi marcado por muitas faltas no primeiro tempo. Com a bola rolando, o Fortaleza tentou preencher o meio-campo, enquanto o Bahia apostou nas jogadas pelas laterais. Porém, com pouca efetividade para os dois lados.

Os goleiros foram meros espectadores em quase toda a etapa inicial. Apenas Felipe Alves teve trabalho e depois dos 40 minutos em duas chances desperdiçadas por Rossi. Na primeira, ele recebeu livre e chutou no travessão. Na sequência, ainda mais próximo da meta, arrematou de pé direito por cima.

Poucas emoções e decisão nos pênaltis

O Bahia até tentou definir o jogo com a bola rolando. Buscou mais o ataque, entrou na área, mas não acertou o alvo. Outra vez a bola sobrou para Rossi concluir a jogada. O atacante recebeu na direita e chutou forte à esquerda de Felipe Alves para fora.

A estratégia do Fortaleza foi explorar o contra-ataque. Contudo, faltou objetividade e eficiência com a bola no pé. Assim, o 0x0 foi mantido até o final com justiça, apesar da leve superioridade do Tricolor baiano, pelo o que as duas equipes produziram. Ou deixaram de produzir.

Matheus Teixeira classifica o Bahia

Nas penalidades, o Fortaleza perdeu logo a primeira com Bruno Melo que parou nas mãos de Matheus Teixeira. O Bahia marcou com Gilberto, Matheus Galdezani e Rodriguinho em sequência. Mas Felipe Alves defendeu a cobrança de Juninho Capixaba. Lucas Crispim e Ederson marcaram para o Leão. Porém, Matheus Teixeira defendeu o chute de Robson e Conti mandou para o fundo das redes o último arremate para garantir o triunfo do Tricolor baiano por 4×2.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Ficha do jogo

Fortaleza 0 (2)
Felipe Alves; Tinga, Quintero, Benevenuto e Carlinhos (Bruno Melo); Éderson, Jussa e Gustavo Blanco (Matheus Vargas); Robson, David (Lucas Crispim) e Wellington Paulista (Romarinho). Técnico: Enderson Moreira.

Bahia 0 (4)
Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick (Jonas), Thaciano (Lucas Araújo) e Daniel (Matheus Galdezani); Rodriguinho, Rossi (Óscar Ruíz) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Arena Castelão, Fortaleza. Cartões amarelos: Carlinhos e Tinga (Fortaleza); Thaciano e Nino Paraíba (Bahia).

Foto: Divulgação/Bahia

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending